Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
54

Davi roga a Deus que o salve dos seus inimigos

Masquil de Davi para o cantor-mor, sobre Neguinote, quando os zifeus vieram e disseram a Saul: Porventura, não está escondido entre nós?

541Salva-me, ó Deus, pelo teu nome, e faze-me justiça pelo teu poder. 2Ó Deus, ouve a minha oração; inclina os teus ouvidos às palavras da minha boca. 3Porque estranhos se levantam contra mim, e tiranos procuram a minha vida; não põem a Deus perante os seus olhos. (Selá)

4Eis que Deus é o meu ajudador; o Senhor está com aqueles que sustêm a minha alma. 5Ele pagará o mal daqueles que me andam espiando; destrói-os por tua verdade.

6Eu te oferecerei voluntariamente sacrifícios; louvarei o teu nome, ó Senhor, porque é bom, 7porque me livrou de toda a angústia; e os meus olhos viram cumprido o meu desejo acerca dos meus inimigos.