Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
17

A vara de Arão floresce

171Então, falou o Senhor a Moisés, dizendo: 2Fala aos filhos de Israel e toma deles uma vara para cada casa paterna de todos os seus príncipes, segundo as casas de seus pais, doze varas; e escreverás o nome de cada um sobre a sua vara. 3Porém o nome de Arão escreverás sobre a vara de Levi; porque cada cabeça da casa de seus pais terá uma vara. 4E as porás na tenda da congregação, perante o Testemunho, onde

17.4
Êx 25.22
29.42-43
30.36
eu virei a vós. 5E será que a vara do homem que eu tiver escolhido
17.5
Nm 16.5
florescerá; assim, farei cessar as murmurações dos filhos de Israel contra mim, com que murmuram
17.5
Nm 16.11
contra vós. 6Falou, pois, Moisés aos filhos de Israel; e todos os seus maiorais deram-lhe, cada um, uma vara, para cada maioral uma vara, segundo as casas de seus pais, doze varas; e a vara de Arão estava entre as suas varas. 7E Moisés pôs estas varas perante o Senhor na tenda do
17.7
Êx 38.21
Nm 18.2
At 7.44
Testemunho.

8Sucedeu, pois, que no dia seguinte Moisés entrou na tenda do Testemunho, e eis que a vara de Arão, pela casa de Levi, florescia; porque produzira flores, e brotara renovos, e dera amêndoas. 9Então, Moisés trouxe todas as varas de diante do Senhor a todos os filhos de Israel; e eles o viram e tomaram cada um a sua vara. 10Então, o Senhor disse a Moisés: Torna a pôr

17.10
Nm 16.38
17.5
Hb 9.4
a vara de Arão perante o Testemunho, para que se guarde por sinal para os filhos rebeldes; assim, farás acabar as suas murmurações contra mim, e não morrerão. 11E Moisés fez assim; como lhe ordenara o Senhor, assim fez. 12Então, falaram os filhos de Israel a Moisés, dizendo: Eis aqui, nós expiramos, perecemos, nós perecemos todos. 13Todo aquele
17.13
Nm 1.51
18.4,7
que se aproximar do tabernáculo do Senhor, morrerá; seremos, pois, todos consumidos?