Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
2

Condena-se o fazer acepção de pessoas

21Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso

2.1
1Co 2.8
Lv 19.15
Dt 1.17
Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. 2Porque, se no vosso ajuntamento entrar algum homem com anel de ouro no dedo, com vestes preciosas, e entrar também algum pobre com sórdida vestimenta, 3e atentardes para o que traz a veste preciosa e lhe disserdes: Assenta-te tu aqui, num lugar de honra, e disserdes ao pobre: Tu, fica aí em pé ou assenta-te abaixo do meu estrado, 4porventura não fizestes distinção dentro de vós mesmos e não vos fizestes juízes de maus pensamentos? 5Ouvi, meus amados irmãos.
2.5
Jo 7.48
1Co 1.26,28
Lc 12.21
Porventura, não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé e herdeiros do Reino que prometeu aos que o amam? 6Mas vós desonrastes
2.6
1Co 11.22
At 13.50
17.6
o pobre. Porventura, não vos oprimem os ricos e não vos arrastam aos tribunais? 7Porventura, não blasfemam eles o bom nome que sobre vós foi invocado? 8Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real:
2.8
Lv 19.18
Mt 22.39
Rm 13.8-9
Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. 9Mas, se fazeis acepção
2.9
Tg 2.1
de pessoas, cometeis pecado e sois redarguidos pela lei como transgressores. 10Porque qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto
2.10
Dt 27.26
Mt 5.19
Gl 3.10
tornou-se culpado de todos. 11Porque aquele que disse: Não cometerás adultério,
2.11
Êx 20.13-14
também disse: Não matarás. Se tu, pois, não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei. 12Assim falai e assim procedei, como devendo ser julgados pela
2.12
Tg 1.25
lei da liberdade. 13Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele
2.13
Jó 22.6
Pv 21.13
Mt 6.15
que não fez misericórdia; e a misericórdia triunfa sobre o juízo.

A fé sem obras para nada aproveita

14Meus irmãos,

2.14
Mt 7.26
Tg 1.23
que aproveita se alguém disser que tem fé e não tiver as obras? Porventura, a fé pode salvá-lo? 15E, se o irmão
2.15
Jó 31.19-20
Lc 3.11
ou a irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano, 16e algum de
2.16
1Jo 3.18
vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e lhes não derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? 17Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.

18Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé 2.18 ou pelas tuas obrassem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé

2.18
Tg 3.13
pelas minhas obras. 19Tu crês que há um só Deus? Fazes bem;
2.19
Mt 8.29
Mc 1.24
Lc 4.34
At 16.17
também os demônios o creem e estremecem. 20Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? 21Porventura Abraão, o nosso pai, não foi justificado pelas obras,
2.21
Gn 22.9,12
quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque? 22Bem vês que a
2.22
Hb 11.17
fé cooperou com as suas obras e que, pelas obras, a fé foi aperfeiçoada, 23e cumpriu-se a Escritura, que diz:
2.23
Gn 15.6
Rm 4.3
Gl 3.6
E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. 24Vedes, então, que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé. 25E de igual modo Raabe,
2.25
Js 2.1
Hb 11.31
a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários e os despediu por outro caminho? 26Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.

3

Sobre o tropeço na palavra

31Meus irmãos,

3.1
Mt 23.8,14
1Pe 5.3
muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo. 2Porque todos tropeçamos em muitas coisas.
3.2
1Rs 8.46
2Cr 6.36
Pv 20.9
Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo. 3Ora, nós pomos freio
3.3
Sl 32.9
nas bocas dos cavalos, para que nos obedeçam; e conseguimos dirigir todo o seu corpo. 4Vede também as naus que, sendo tão grandes e levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem pequeno leme para onde quer a vontade daquele que as governa. 5Assim também a língua
3.5
Pv 12.18
15.2
Sl 12.3
é um pequeno membro e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia. 6A língua também é um fogo; como mundo de iniquidade,
3.6
Pv 16.27
Mt 15.11,18-20
a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama 3.6 Gr. a rodao curso da natureza, e é inflamada pelo inferno. 7Porque toda a natureza, tanto de bestas-feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana; 8mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear;
3.8
Sl 140.3
está cheia de peçonha mortal. 9Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens,
3.9
Gn 1.26
5.1
9.6
feitos à semelhança de Deus: 10de uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. 11Porventura, deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? 12Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Assim, tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.

A sabedoria que vem do alto

13Quem dentre vós

3.13
Gl 6.4
Tg 1.21
2.18
é sábio e inteligente? Mostre, pelo seu bom trato, as suas obras em mansidão de sabedoria. 14Mas, se tendes amarga
3.14
Rm 2.17,23
13.13
inveja e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. 15Essa não é a sabedoria
3.15
Fp 3.19
Tg 1.17
que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. 16Porque, onde há inveja
3.16
1Co 3.3
Gl 5.20
e espírito faccioso, aí perturbação e toda obra perversa. 17Mas a sabedoria que vem
3.17
1Co 2.6-7
1Jo 3.18
do alto é, primeiramente, pura, depois, pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem hipocrisia. 18Ora, o fruto da
3.18
Pv 11.18
Os 10.12
Mt 5.9
justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz.

4

Devemos resistir às paixões

41Donde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura, não vêm disto, a saber, dos vossos deleites,

4.1
Rm 7.23
Gl 5.17
1Pe 2.8
que nos vossos membros guerreiam? 2Cobiçais e nada tendes; sois invejosos e cobiçosos e não podeis alcançar; combateis e guerreais e nada tendes, porque não pedis. 3Pedis e não recebeis,
4.3
Jó 27.9
Pv 1.28
Is 1.15
porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. 4Adúlteros e adúlteras,
4.4
1Jo 2.15-16
Jo 15.19
Gl 1.10
não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. 5Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura:
4.5
Gn 6.5
Nm 11.29
Pv 21.10
O Espírito que em nós habita tem ciúmes? 6Antes, dá maior graça. Portanto, diz:
4.6
Jó 22.29
Sl 138.6
Pv 3.34
1Pe 5.5
Deus resiste aos soberbos, dá, porém, graça aos humildes. 7Sujeitai-vos, pois, a Deus;
4.7
Ef 4.27
6.11
1Pe 5.9
resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. 8Chegai-vos a Deus,
4.8
2Cr 15.2
Is 16.1
1Pe 1.22
1Jo 3.3
e ele se chegará a vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai o coração. 9Senti as vossas
4.9
Mt 5.4
misérias, e lamentai, e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo, em tristeza. 10Humilhai-vos
4.10
Jó 22.29
Mt 23.12
Lc 14.11
perante o Senhor, e ele vos exaltará.

11Irmãos,

4.11
Ef 4.31
1Pe 2.1
Rm 2.1
1Co 4.5
não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; e, se tu julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz. 12Há só um Legislador e um Juiz, que pode salvar e destruir.
4.12
Mt 10.28
Rm 14.4,13
Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?

A falibilidade dos projetos humanos

13Eia, agora,

4.13
Pv 27.1
Lc 12.18
vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos. 14Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor
4.14
Jó 7.7
1Pe 1.24
1Jo 2.17
que aparece por um pouco e depois se desvanece. 15Em lugar do que devíeis dizer:
4.15
At 18.21
1Co 4.19
Hb 6.3
Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo. 16Mas, agora, vos gloriais em vossas presunções;
4.16
1Co 5.6
toda glória tal como esta é maligna. 17Aquele, pois, que sabe
4.17
Lc 12.47
Jo 9.41
Rm 1.1,20-21,32
fazer o bem e o não faz comete pecado.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]