Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
34

As novas tábuas dos dez mandamentos

341Então, disse o Senhor a Moisés:

34.1
Êx 32.16,19
Dt 10.1
Lavra-te duas tábuas de pedra, como as primeiras; e eu escreverei nas tábuas as mesmas palavras que estavam nas primeiras tábuas, que tu quebraste. 2E prepara-te para amanhã, para que subas pela manhã ao monte Sinai, e ali põe-te diante de mim no cume
34.2
Êx 19.20
24.12
do monte. 3E ninguém suba
34.3
Êx 19.12
contigo e também ninguém apareça em todo o monte; nem ovelhas nem bois se apascentem defronte do monte. 4Então, ele lavrou duas tábuas de pedra, como as primeiras; e levantou-se Moisés pela manhã de madrugada e subiu ao monte Sinai, como o Senhor lhe tinha ordenado; e tomou as duas tábuas de pedra na sua mão. 5E o Senhor desceu numa nuvem e se pôs ali junto a ele; e ele apregoou
34.5
Êx 33.19
Nm 14.17
o nome do Senhor. 6Passando, pois, o Senhor perante a sua face, clamou: Jeová, o Senhor,
34.6
Nm 14.18
2Cr 30.9
Ne 9.17
Sl 86.15
Jl 2.13
Rm 2.4
Deus misericordioso e piedoso, tardio em iras e grande em beneficência e verdade; 7que guarda a beneficência
34.7
Êx 20.6
Dt 5.10
Jr 32.18
Dn 9.4
Sl 103.3
Ef 4.32
1Jo 1.9
em milhares; que perdoa a iniquidade, e a transgressão, e o pecado; que ao culpado não tem por inocente;
34.7
Js 24.19
Jó 10.14
Mq 6.11
Na 1.3
que visita a iniquidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até à terceira e quarta geração. 8E Moisés apressou-se, e inclinou a cabeça à terra, e encurvou-se, 9e disse: Senhor, se agora tenho achado graça aos teus olhos, vá
34.9
Êx 33.3,15-16
agora o Senhor no meio de nós; porque este é povo obstinado; porém perdoa a nossa iniquidade e o nosso pecado e toma-nos
34.9
Sl 28.9
Jr 10.16
Zc 2.12
pela tua herança.

Deus faz um pacto

10Então, disse: Eis que eu faço um concerto; farei diante de todo o

34.10
Dt 5.2
29.12,14
2Sm 7.23
Sl 77.14
teu povo maravilhas que nunca foram feitas em toda a terra, nem entre gente alguma; de maneira que todo este povo, em cujo meio tu estás,
34.10
Dt 10.21
Sl 145.6
Is 64.3
veja a obra do Senhor; porque coisa terrível é o que faço contigo. 11Guarda o
34.11
Dt 5.32
Êx 33.2
que eu te ordeno hoje; eis que eu lançarei de diante de ti os amorreus, e os cananeus, e os heteus, e os ferezeus, e os heveus, e os jebuseus. 12Guarda-te
34.12
Êx 23.32
Dt 7.12
Jz 2.2
que não faças concerto com os moradores da terra aonde hás de entrar; para que não seja por laço no meio de ti. 13Mas os seus altares
34.13
Êx 23.24
Dt 12.3
Jz 2.2
2Rs 18.4
23.14
2Cr 31.1
transtornareis, e as suas estátuas quebrareis, e os seus bosques cortareis. 14Porque te não inclinarás
34.14
Êx 20.3,5
Is 9.6
diante de outro deus; pois o nome do Senhor é Zeloso; Deus zeloso é ele; 15para que não faças concerto com os moradores da terra,
34.15
Dt 31.16
Jz 2.17
Jr 3.9
Ez 6.9
Nm 25.2
Sl 106.28
1Co 8.4,7,10
e não se prostituam após os seus deuses, nem sacrifiquem aos seus deuses, e tu, convidado deles, comas dos seus sacrifícios, 16e tomes mulheres das suas
34.16
Dt 7.3
1Rs 11.2,4
Ed 9.2
Ne 13.25
Nm 25.1
filhas para os teus filhos, e suas filhas, prostituindo-se após os seus deuses, façam que também teus filhos
34.16
Lv 19.4
se prostituam após os seus deuses.

17Não farás para ti deuses de fundição.

18A Festa dos Pães

34.18
Êx 12.15
13.4
23.15
Asmos guardarás; sete dias comerás pães asmos, como te tenho ordenado, ao tempo apontado do mês de abibe; porque no mês de abibe saíste do Egito. 19Tudo
34.19
Êx 22.29
Ez 44.30
Lc 2.23
o que abre a madre meu é; até todo o teu gado, que seja macho, abrindo a madre de vacas e de ovelhas; 20o burro, porém,
34.20
Êx 13.13
Nm 18.15
que abrir a madre, resgatarás com um 34.20 ou cabritocordeiro; mas, se o não resgatares, cortar-lhe-ás a cabeça; todo primogênito de teus filhos resgatarás. E ninguém
34.20
Êx 23.15
Dt 16.16
1Sm 9.7
aparecerá vazio diante de mim.

21Seis dias trabalharás,

34.21
Êx 20.9
Dt 5.12
Lc 13.14
mas, ao sétimo dia, descansarás; na aradura e na sega descansarás. 22Também guardarás
34.22
Êx 23.16
Dt 16.10
a Festa das Semanas, que é a Festa das Primícias da sega do trigo, e a Festa da Colheita no fim do ano. 23Três vezes no ano, todo macho entre ti aparecerá
34.23
Dt 16.16
perante o Senhor Jeová, Deus de Israel; 24porque eu lançarei as nações de diante de
34.24
Êx 33.2
Lv 18.24
Dt 7.1
Sl 78.55
2Cr 17.10
Pv 16.7
At 18.10
ti e alargarei o teu termo; ninguém cobiçará a tua terra, quando subires para aparecer três vezes no ano diante do Senhor, teu Deus.

25Não sacrificarás

34.25
Êx 12.10
23.18
o sangue do meu sacrifício com pão levedado, nem o sacrifício da Festa da Páscoa ficará da noite para a manhã. 26As primícias
34.26
Êx 23.19
Dt 26.2,10
dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do Senhor, teu Deus; não cozerás
34.26
Dt 14.21
o cabrito no leite de sua mãe. 27Disse mais o Senhor a Moisés: Escreve
34.27
Êx 34.10
Dt 4.13
31.9
estas palavras; porque, conforme o teor destas palavras, tenho feito concerto contigo e com Israel. 28E esteve Moisés ali
34.28
Êx 24.18
Dt 9.9,18
com o Senhor quarenta dias e quarenta noites; não comeu pão, nem bebeu água,
34.28
Êx 31.18
32.16
34.1
e escreveu nas tábuas as palavras do concerto, 34.28 Hebr. as dez palavrasos dez mandamentos.

O rosto de Moisés resplandece

29E aconteceu que, descendo Moisés do monte Sinai (e Moisés trazia as duas tábuas

34.29
Êx 32.15
do Testemunho em sua mão, quando desceu do monte), Moisés não sabia que a pele do
34.29
Mt 17.2
2Co 3.7,13
seu rosto resplandecia, depois que o Senhor falara com ele. 30Olhando, pois, Arão e todos os filhos de Israel para Moisés, eis que a pele do seu rosto resplandecia; pelo que temeram de chegar-se a ele. 31Então, Moisés os chamou, e Arão e todos os príncipes da congregação tornaram a ele; e Moisés lhes falou. 32Depois, chegaram também todos os filhos de Israel; e ele lhes ordenou tudo
34.32
Êx 24.3
o que o Senhor falara com ele no monte Sinai. 33Assim, acabou Moisés de falar com eles e tinha
34.33
2Co 3.13
posto um véu sobre o seu rosto. 34Porém, entrando
34.34
2Co 3.16
Moisés perante o Senhor, para falar com ele, tirava o véu até que saía; e, saindo, falava com os filhos de Israel o que lhe era ordenado.

35Assim, pois, viam os filhos de Israel o rosto de Moisés e que resplandecia a pele do rosto de Moisés; e tornava Moisés a pôr o véu sobre o seu rosto, até que entrava para falar com ele.

35

O sábado e as ofertas para o tabernáculo

351Então, fez Moisés ajuntar toda a congregação dos filhos de Israel e disse-lhes: Estas

35.1
Êx 34.32
são as palavras que o Senhor ordenou que se cumprissem. 2Seis dias
35.2
Êx 20.9
Lv 23.3
Nm 15.32
Dt 5.12
Lc 13.14
se trabalhará, mas o sétimo dia vos será santo, o sábado do repouso ao Senhor; todo aquele que fizer obra nele morrerá. 3Não acendereis
35.3
Êx 16.23
fogo em nenhuma das vossas moradas no dia de sábado.

4Falou mais Moisés a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo:

35.4
Êx 25.1-2
Esta é a palavra que o Senhor ordenou, dizendo: 5Tomai, do que vós tendes, uma oferta para o Senhor;
35.5
Êx 25.2
cada um, cujo coração é voluntariamente disposto, a trará por oferta alçada ao Senhor; ouro, e prata, e cobre, 6como também pano azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino, e pelos de cabras, 7e peles de carneiros tintas de vermelho, e peles de texugos, e madeira de cetim, 8e azeite para a luminária, e especiarias para o
35.8
Êx 25.6
azeite da unção e para o incenso aromático, 9e pedras sardônicas, e pedras de engaste para o éfode e para o peitoral.

10E todos os sábios de coração entre vós

35.10
Êx 31.6
virão e farão tudo o que o Senhor tem mandado: 11O tabernáculo,
35.11
Êx 26.1-2
e a sua tenda, e a sua coberta, e os seus colchetes, e as suas tábuas, e as suas barras, e as suas colunas, e as suas bases; 12a arca
35.12
Êx 25.10
e os seus varais, e o propiciatório, e o véu da coberta; 13a mesa,
35.13
Êx 25.23,30
Lv 24.5-6
e os seus varais, e todos os seus utensílios, e os pães da proposição, 14e o castiçal
35.14
Êx 25.31
da luminária, e os seus utensílios, e as suas lâmpadas, e o azeite para a luminária; 15e o altar do incenso,
35.15
Êx 30.1,23,34
e os seus varais, e o azeite da unção, e o incenso aromático, e a coberta da porta à entrada do tabernáculo; 16o altar do
35.16
Êx 27.1
holocausto, e o crivo de cobre que terá seus varais, e todos os seus utensílios, e a pia, e a sua base; 17as cortinas do pátio,
35.17
Êx 27.9
e as suas colunas, e as suas bases, e a coberta da porta do pátio; 18as estacas do tabernáculo, e as estacas do pátio, e as suas cordas; 19as vestes
35.19
Êx 31.10
39.1,41
Nm 4.5-6
do ministério para ministrar no santuário, e as vestes santas de Arão, o sacerdote, e as vestes de seus filhos, para administrarem o sacerdócio.

A prontidão do povo em trazer ofertas

20Então, toda a congregação dos filhos de Israel saiu de diante de Moisés, 21e veio todo homem, a quem o seu coração moveu, e todo aquele cujo espírito voluntariamente o impeliu, e trouxeram a

35.21
Êx 25.2
35.5
36.2
1Cr 28.2,9
Ed 7.27
2Co 8.12
9.7
oferta alçada ao Senhor para a obra da tenda da congregação, e para todo o seu serviço, e para as vestes santas. 22E, assim, vieram homens e mulheres, todos dispostos de coração; trouxeram fivelas, e pendentes, e anéis, e braceletes, e todo vaso de ouro; e todo homem oferecia oferta de ouro ao Senhor; 23e todo homem que se achou com
35.23
1Cr 29.8
pano azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino, e pelos de cabras, e peles de carneiro tintas de vermelho, e peles de texugos, os trazia; 24todo aquele que oferecia oferta alçada de prata ou de metal, a trazia por oferta alçada ao Senhor; e todo aquele que se achava com madeira de cetim, a trazia para toda a obra do serviço. 25E todas as mulheres
35.25
Êx 28.3
31.6
36.1
2Rs 23.7
Pv 31.19
sábias de coração fiavam com as mãos e traziam o fiado, o pano azul, a púrpura, o carmesim e o linho fino. 26E todas as mulheres cujo coração as moveu em sabedoria fiavam os pelos das cabras. 27E os príncipes
35.27
1Cr 29.6
Ed 2.68
traziam pedras sardônicas, e pedras de engaste para o éfode e para o peitoral, 28e especiarias,
35.28
Êx 30.23
e azeite para a luminária, e para o óleo da unção, e para o incenso aromático. 29Todo homem e mulher, cujo coração voluntariamente se moveu a trazer alguma
35.29
Êx 35.21
1Cr 29.9
coisa para toda a obra que o Senhor ordenara se fizesse pela mão de Moisés, aquilo trouxeram os filhos de Israel por oferta voluntária ao Senhor.

Deus chama Bezalel e Aoliabe

30Depois, disse Moisés aos filhos de Israel: Eis que o Senhor

35.30
Êx 31.2
tem chamado por nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá. 31E o Espírito de Deus o encheu de sabedoria, entendimento e ciência em todo artifício, 32e para inventar invenções, para trabalhar em ouro, e em prata, e em cobre, 33e em artifício de pedras para engastar, e em artifício de madeira, para trabalhar em toda obra esmerada. 34Também lhe tem disposto o coração para ensinar a outros, a ele e a
35.34
Êx 31.6
Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã. 35Encheu-os de
35.35
Êx 31.3
35.31
1Rs 7.14
Is 28.26
sabedoria do coração, para fazer toda obra de mestre, e a mais engenhosa, e a do bordador, em pano azul, e em púrpura, e em carmesim, e em linho fino, e a do tecelão, fazendo toda obra e inventando invenções.

36

361Assim, trabalharam Bezalel, e Aoliabe, e todo homem

36.1
Êx 28.3
35.10,35
sábio de coração a quem o Senhor dera sabedoria e inteligência, para saberem como haviam de fazer toda obra para o serviço do
36.1
Êx 25.8
santuário, conforme tudo o que o Senhor tinha ordenado.

Moisés entrega aos obreiros as ofertas do povo

2Porque Moisés chamara a Bezalel, e a Aoliabe, e a todo homem sábio de coração em cujo coração o Senhor tinha dado sabedoria, isto é, a todo aquele

36.2
Êx 35.21,26
1Cr 29.5
a quem o seu coração movera que se chegasse à obra para fazê-la. 3Tomaram, pois, de diante de Moisés toda oferta alçada que trouxeram os filhos de Israel para a obra
36.3
Êx 35.27
do serviço do santuário, para fazê-la; e, ainda, eles lhe traziam cada manhã oferta voluntária. 4E vieram todos os sábios que faziam toda a obra do santuário, cada um da obra que fazia, 5e falaram a Moisés, dizendo: O povo
36.5
1Co 8.2
traz muito mais do que basta para o serviço da obra que o Senhor ordenou se fizesse. 6Então, mandou Moisés que fizessem passar uma voz pelo arraial, dizendo: Nenhum homem nem mulher faça mais obra alguma para a oferta alçada do santuário. Assim, o povo foi proibido de trazer mais, 7porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e ainda sobejava.

8Assim, todo sábio

36.8
Êx 26.1
de coração, entre os que faziam a obra, fez o tabernáculo de dez cortinas, de linho fino torcido, e de pano azul, e de púrpura, e de carmesim, com querubins; da obra mais esmerada, as fez. 9O comprimento de uma cortina era de vinte e oito côvados, e a largura de outra cortina, de quatro côvados; todas as cortinas tinham uma mesma medida.

10E ligou cinco cortinas, uma com a outra; e outras cinco cortinas ligou uma com a outra. 11Depois, fez laçadas de fio azul na borda da última cortina do primeiro agrupamento; assim também fez na borda da primeira cortina do segundo agrupamento. 12Cinquenta laçadas fez

36.12
Êx 26.5
numa cortina e cinquenta laçadas fez na cortina da extremidade do segundo agrupamento; estas laçadas eram contrapostas uma com a outra. 13Também fez cinquenta colchetes de ouro e com estes colchetes uniu as cortinas uma com a outra; e foi feito, assim, um tabernáculo.

14Fez também cortinas

36.14
Êx 26.7
de pelos de cabras para a tenda sobre o tabernáculo; de onze cortinas a fez. 15O comprimento de uma cortina era de trinta côvados, e a largura de uma cortina, de quatro côvados; estas onze cortinas tinham uma mesma medida. 16E ele uniu cinco cortinas à parte, e seis cortinas à parte, 17e fez cinquenta laçadas na borda da última cortina do agrupamento; também fez cinquenta laçadas na borda da cortina do outro agrupamento. 18Fez também cinquenta colchetes de metal para ajuntar a tenda, para que fosse uma.

A coberta de peles e as tábuas

19Fez também

36.19
Êx 26.14
para a tenda uma coberta de peles de carneiros tintas de vermelho; e, por cima, uma coberta de peles de texugo.

20Também fez

36.20
Êx 26.15
tábuas levantadas para o tabernáculo, de madeira de cetim. 21O comprimento de uma tábua era de dez côvados, e a largura de cada tábua era de um côvado e meio. 22Cada tábua tinha duas coiceiras, pregadas uma com a outra; assim fez com todas as tábuas do tabernáculo. 23Assim, pois, fez as tábuas para o tabernáculo; vinte tábuas para a banda do sul; 24e fez quarenta bases de prata debaixo das vinte tábuas; duas bases debaixo de uma tábua para as suas duas coiceiras e duas bases debaixo de outra tábua para as suas duas coiceiras. 25Também fez vinte tábuas ao outro lado do tabernáculo da banda do norte, 26com as suas quarenta bases de prata; duas bases debaixo de uma tábua e duas bases debaixo de outra tábua. 27E ao lado do tabernáculo para o ocidente fez seis tábuas. 28Fez também duas tábuas para os cantos do tabernáculo aos dois lados, 29as quais estavam juntas debaixo e também se ajuntavam por cima com uma argola; assim fez com elas ambas nos dois cantos. 30Assim, eram oito tábuas com as suas bases de prata, a saber, dezesseis bases; duas bases debaixo de cada tábua.

31Fez também barras

36.31
Êx 26.26
de madeira de cetim; cinco para as tábuas de um lado do tabernáculo, 32e cinco barras para as tábuas do outro lado do tabernáculo; e outras cinco barras para as tábuas do tabernáculo de ambas as bandas do ocidente. 33E fez que a barra do meio passasse pelo meio das tábuas de uma extremidade até à outra. 34E cobriu as tábuas de ouro, e as suas argolas (os lugares das barras) fez de ouro; as barras também cobriu de ouro.

Os véus e as colunas

35Depois, fez o véu

36.35
Êx 26.31
de pano azul, e de púrpura, e de carmesim, e de linho fino torcido; de obra esmerada o fez, com querubins. 36E fez-lhe quatro colunas de madeira de cetim e as cobriu de ouro; e seus colchetes fez de ouro e fundiu-lhe quatro bases de prata. 37Fez também
36.37
Êx 26.36
para a porta da tenda o véu de pano azul, e de púrpura, e de carmesim, e de linho fino torcido, da obra de bordador, 38com as suas cinco colunas e os seus colchetes; e as suas cabeças e as suas molduras cobriu de ouro; e as suas cinco bases eram de cobre.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]