Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
33

A majestade de Deus

331Esta, porém, é a bênção com

33.1
Gn 49.28
Sl 90.1
que Moisés, homem de Deus, abençoou os filhos de Israel antes da sua morte. 2Disse, pois: O Senhor veio de Sinai
33.2
Êx 19.18
Jz 5.4-5
Hc 3.3
Dn 7.10
At 7.53
Gl 3.19
Hb 2.2
Ap 5.11
e lhes subiu de Seir; resplandeceu desde o monte Parã e veio com dez milhares de santos; à sua direita havia para eles o fogo da lei. 3Na verdade, amas os povos;
33.3
Êx 19.5
Os 11.1
Ml 1.2
todos os teus santos estão na tua mão;
33.3
Dt 7.6
1Sm 2.9
Pv 2.1
Lc 10.39
At 22.3
postos serão no meio, entre os teus pés, cada um receberá das tuas palavras. 4Moisés nos deu a lei
33.4
Sl 119.111
Jo 1.17
por herança da congregação de Jacó. 5E o Senhor foi rei em Jesurum,
33.5
Gn 36.31
Dt 32.15
Jz 9.2
17.6
quando se congregaram os cabeças do povo com as tribos de Israel.

As bênçãos das tribos

6Viva Rúben e não morra; e que os seus homens sejam numerosos. 7E isto é o que disse de Judá: Ouve, ó Senhor, a voz de Judá, e introduze-o no seu povo; as suas mãos

33.7
Gn 49.8
Sl 146.5
lhe bastem, e tu lhe sejas em ajuda contra os seus inimigos. 8E de Levi disse: Teu Tumim
33.8
Êx 17.7
28.30
Nm 20.13
Dt 8.2-3
Sl 8.8
e teu Urim são para o teu amado, que tu provaste, em Massá, com quem contendeste nas águas de Meribá; 9aquele que disse a seu pai e a sua mãe: Nunca o vi. E não
33.9
Gn 29.32
Êx 32.26
1Cr 17.17
Jó 37.24
conheceu a seus irmãos e não estimou a seus filhos, pois guardaram
33.9
Jr 18.18
Ml 2.5-6
a tua palavra e observaram o teu concerto. 10Ensinaram os teus juízos a
33.10
Êx 30.7-8
Lv 1.9
10.11
Nm 16.40
Dt 17.9
1Sm 2.28
Ez 43.27
44.23
Ml 2.7
Jacó e a tua lei a Israel; levaram incenso ao teu nariz e o holocausto sobre o teu altar. 11Abençoa o seu poder, ó Senhor, e a obra das suas mãos te agrade; fere
33.11
2Sm 24.23
Ez 20.40
os lombos dos que se levantam contra ele e o aborrecem, para que nunca mais se levantem. 12E de Benjamim disse: O amado do Senhor habitará seguro com ele; todo o dia o Senhor o protegerá, e ele morará entre os seus ombros. 13E de José disse: Bendita
33.13
Gn 27.28
49.25
do Senhor seja a sua terra, com o que há de mais excelente nos céus, com o orvalho e com o que há no abismo, que jaz abaixo, 14e com as mais excelentes novidades do sol, e com as mais excelentes produções da lua, 15e com o mais excelente
33.15
Gn 49.26
Hc 3.6
dos montes antigos, e com o mais excelente dos outeiros eternos, 16e com o mais excelente da terra, e com a sua plenitude,
33.16
Gn 49.26
Êx 3.2,4
At 7.30,35
e com a benevolência daquele que habitava na sarça, a bênção venha sobre a cabeça de José e sobre o alto da cabeça do que foi separado de seus irmãos. 17Ele tem a glória do primogênito do seu boi,
33.17
Nm 23.22
1Rs 22.11
1Cr 5.7
e 33.17 Hebr. os seus chifres são chifres de boi bravo ou de antílopeas suas pontas são pontas de unicórnio; com elas ferirá os povos juntamente até às extremidades da terra; estes, pois, são os dez milhares de Efraim,
33.17
Gn 48.19
e estes são os milhares de Manassés. 18E de Zebulom disse:
33.18
Gn 49.13-15
Zebulom, alegra-te nas tuas saídas; e tu, Issacar, nas tuas tendas. 19Eles chamarão
33.19
Sl 4.6
Is 2.3
os povos ao monte; ali, oferecerão ofertas de justiça, porque chuparão a abundância dos mares e os tesouros escondidos na areia. 20E de Gade
33.20
Js 4.12
13.10
1Cr 12.8
disse: Bendito aquele que faz dilatar a Gade, que habita como a leoa e despedaça o braço e o alto da cabeça. 21E se
33.21
Nm 32.16-17
Js 4.12
proveu da primeira parte, porquanto ali estava escondida a porção do legislador; pelo que, veio com os chefes do povo, executou a justiça do Senhor e os seus juízos para com Israel. 22E de Dã disse: Dã é leãozinho; saltará de
33.22
Js 19.47
Jz 18.27
Basã. 23E de Naftali disse: Farta-te, ó Naftali, da benevolência, e
33.23
Gn 49.21
Js 19.32
enche-te da bênção do Senhor, e possui o Ocidente e o Meio-dia. 24E de Aser disse: Bendito seja Aser com seus filhos,
33.24
Gn 49.20
Jó 29.6
agrade a seus irmãos e banhe em azeite o seu pé. 25O ferro e o metal
33.25
Dt 8.9
será o teu calçado; e a tua força será como os teus dias. 26Não há outro, ó Jesurum, semelhante a Deus,
33.26
Êx 15.11
Dt 32.15
Jr 10.6
Sl 68.5
Hc 3.8
que cavalga sobre os céus para a tua ajuda e, com a sua alteza, sobre as mais altas nuvens! 27O Deus eterno te seja
33.27
Dt 9.3-5
Sl 88.1
por habitação, e por baixo de ti estejam os braços eternos; e ele lance o inimigo de diante de ti e diga: Destrói-o. 28Israel, pois, habitará
33.28
Gn 27.28
Nm 23.9
Dt 8.7-8
11.11
Jr 23.6
33.16
só e seguro, na terra da fonte de Jacó, na terra de cereal e de mosto; e os seus céus gotejarão orvalho. 29Bem-aventurado és tu, ó
33.29
2Sm 7.23
Sl 144.15
Israel! Quem é como tu, um povo salvo pelo Senhor,
33.29
Sl 115.9-11
o escudo do teu socorro e a espada da tua alteza?
33.29
Dt 32.13
2Sm 22.45
Sl 18.44
Pelo que os teus inimigos te serão sujeitos, e tu pisarás sobre as suas alturas.

34

Moisés sobe o monte Nebo, vê a terra prometida e morre

341Então, subiu Moisés das campinas de Moabe ao monte Nebo, ao

34.1
Gn 14.14
Nm 27.12
33.47
Dt 3.27
32.49
cume de Pisga, que está defronte de Jericó; e o Senhor mostrou-lhe toda a terra, desde Gileade até Dã; 2e todo o Naftali, e a terra de Efraim, e Manassés; e toda a terra de Judá, até
34.2
Dt 11.24
ao mar
34.2
Jz 1.16
3.13
2Cr 28.15
último; 3e o Sul, e a campina do vale de Jericó, a cidade das palmeiras, até Zoar. 4E disse-lhe o Senhor: Esta é
34.4
Gn 12.7
13.15
15.18
26.3
28.13
Dt 3.27
32.52
a terra de que jurei a Abraão, Isaque e Jacó, dizendo: À tua semente a darei; mostro-ta para a veres com os teus olhos; porém para lá não passarás. 5Assim, morreu ali
34.5
Dt 32.50
Js 1.1-2
Moisés, servo do Senhor, na terra de Moabe, conforme o dito do Senhor. 6Este o sepultou num vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor;
34.6
Jd 9
e ninguém tem sabido até hoje a sua sepultura. 7Era Moisés
34.7
Gn 27.1
48.10
Dt 31.2
Js 14.10-11
da idade de cento e vinte anos quando morreu; os seus olhos nunca se escureceram, nem perdeu ele o seu vigor. 8E os filhos de Israel prantearam a Moisés trinta dias, nas campinas de Moabe;
34.8
Gn 50.3,10
Nm 20.29
e os dias do pranto do luto de Moisés se cumpriram.

9E Josué, filho de Num,

34.9
Nm 27.18,23
Is 11.2
Dn 6.3
foi cheio do espírito de sabedoria, porquanto Moisés tinha posto sobre ele as suas mãos; assim, os filhos de Israel lhe deram ouvidos e fizeram como o Senhor ordenara a Moisés. 10E nunca mais se
34.10
Êx 33.11
Nm 12.6,8
Dt 5.4
18.15,18
levantou em Israel profeta algum como Moisés, a quem o Senhor conhecera face a face; 11nem semelhante em todos os sinais
34.11
Dt 4.34
7.19
e maravilhas, que o Senhor o enviou para fazer na terra do Egito, a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda a sua terra; 12e em toda a mão forte e em todo o espanto grande que operou Moisés aos olhos de todo o Israel.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]