Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
2

21Tu,

2.1
1Tm 1.2
Ef 6.10
pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus. 2E o que de mim, entre muitas testemunhas,
2.2
1Tm 1.18
3.2
Tt 1.9
ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros. 3Sofre, pois, comigo,
2.3
2Tm 1.8
4.5
as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. 4Ninguém que milita
2.4
1Co 9.25
se embaraça com negócio desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. 5E,
2.5
1Co 9.25-26
se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente. 6O lavrador
2.6
1Co 9.10
que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. 7Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo.

8Lembra-te de que Jesus Cristo,

2.8
At 2.30
Rm 1.3-4
1Co 15.1,4,20
que é da descendência de Davi, ressuscitou dos mortos, segundo o meu evangelho; 9pelo que sofro trabalhos
2.9
Ef 3.1
Fp 1.7
Cl 4.3,18
e até prisões, como um malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa. 10Portanto, tudo sofro
2.10
Ef 3.13
Cl 1.24
2Co 1.6
por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna. 11Palavra fiel é esta:
2.11
1Tm 1.15
Rm 6.5,8
2Co 4.10
que, se morrermos com ele, também com ele viveremos; 12se sofrermos,
2.12
Rm 8.17
1Pe 4.13
Mt 10.33
também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará; 13se formos infiéis,
2.13
Rm 3.3
Nm 23.19
ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.

Conduta a seguir com aqueles que se afastam da sã doutrina e da pureza cristã

14Traze estas

2.14
1Tm 1.4
5.21
Tt 3.9,11
coisas à memória, ordenando-lhes diante do Senhor que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam e são para perversão dos ouvintes. 15Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. 16Mas evita os falatórios
2.16
1Tm 4.7
Tt 1.14
profanos, porque produzirão maior impiedade. 17E a palavra desses 2.17 ou lavrarároerá como gangrena;
2.17
1Tm 1.20
entre os quais são Himeneu e Fileto; 18os quais se desviaram da
2.18
1Tm 6.21
1Co 15.12
verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns. 19Todavia, o fundamento
2.19
Mt 24.24
Rm 8.35
1Jo 2.19
de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade.

20Ora, numa grande casa

2.20
1Tm 3.15
Rm 9.21
não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra. 21De sorte que, se alguém se
2.21
Is 52.11
Tt 3.1
purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor e preparado para toda boa obra. 22Foge, também, dos desejos da mocidade; e segue a justiça,
2.22
1Tm 6.11
1.5
1Co 1.2
a fé, 2.22 ou a caridadeo amor e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor. 23E rejeita as questões
2.23
1Tm 1.4
4.7
Tt 3.9
loucas e sem instrução, sabendo que produzem contendas. 24E ao servo do Senhor não convém
2.24
Tt 3.2
1.9
1Tm 3.2-3
contender, mas, sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; 25instruindo com mansidão os que resistem,
2.25
Gl 6.1
1Tm 6.11
1Pe 3.15
a ver se, porventura, Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade 26e tornarem a despertar,
2.26
1Tm 3.7
desprendendo-se dos laços do diabo, em cuja vontade estão presos.

3

Extrema corrupção nos últimos tempos

31Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão

3.1
1Tm 4.1
1Jo 2.18
Jd 18
tempos trabalhosos; 2porque haverá homens amantes de si mesmos,
3.2
Fp 2.21
2Pe 2.3
Jd 16
avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, 3sem afeto
3.3
Rm 1.31
2Pe 3.3
natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, 4traidores,
3.4
2Pe 2.10,13
Jd 4,19
obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, 5tendo
3.5
1Tm 5.8
Tt 1.16
2Ts 3.6
aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. 6Porque deste número
3.6
Mt 23.14
Tt 1.11
são os que se introduzem pelas casas e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências, 7que aprendem sempre
3.7
1Tm 2.4
e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. 8E, como
3.8
Êx 7.11
1Tm 6.5
2Co 13.5
Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. 9Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario,
3.9
Êx 7.12
8.18
9.11
como também o foi o daqueles.

Exortação a perseverar na sã doutrina e a pregar em todas as ocasiões

10Tu, porém, tens

3.10
Fp 2.22
1Tm 4.6
seguido a minha doutrina, modo de viver, intenção, fé, longanimidade, 3.10 ou caridadeamor, paciência, 11perseguições e aflições tais quais me aconteceram em Antioquia,
3.11
At 13.45,50
2Co 1.10
em Icônio e em Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou. 12E também todos os que piamente querem viver
3.12
Mt 16.24
Jo 17.14
At 14.21
em Cristo Jesus padecerão perseguições. 13Mas os homens maus
3.13
2Ts 2.10
1Tm 4.1
e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.

14Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste

3.14
2Tm 1.13
2.2
e de que foste 3.14 ou asseguradointeirado, sabendo de quem o tens aprendido. 15E que, desde a tua
3.15
Jo 5.39
meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. 16Toda Escritura
3.16
2Pe 1.20-21
Rm 15.4
divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, 17para que o homem de Deus seja perfeito
3.17
1Tm 6.11
2Tm 2.21
e perfeitamente instruído para toda boa obra.

4

41Conjuro-te,

4.1
1Tm 5.21
6.13
At 10.42
pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, 2que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes,
4.2
1Tm 5.20
4.13
Tt 1.13
com toda a longanimidade e doutrina. 3Porque virá tempo em que não sofrerão a sã
4.3
2Tm 3.1,6
1Tm 1.10
doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si 4.3 ou instruidoresdoutores conforme as suas próprias concupiscências; 4e desviarão os ouvidos da verdade,
4.4
1Tm 1.4
Tt 1.14
voltando às fábulas. 5Mas tu sê sóbrio 4.5 ou em todas as coisasem tudo,
4.5
2Tm 1.8
At 21.8
Ef 4.11
sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.

Paulo prevê a sua morte. Diz a Timóteo que venha ter com ele. Escreve-lhe acerca de diversas pessoas e manda saudações finais

6Porque eu já estou sendo 4.6 Gr. derramado como libaçãooferecido

4.6
Fp 1.23
2Pe 1.14
por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. 7Combati o bom combate,
4.7
1Co 9.24-25
1Tm 6.12
Hb 12.1
acabei a carreira, guardei a fé. 8Desde agora,
4.8
1Co 9.25
Tg 1.12
1Pe 5.4
Cl 4.14
a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.

9Procura vir ter

4.9
Fm 24
1Jo 2.15
comigo depressa. 10Porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica; Crescente, para a Galácia, Tito, para a Dalmácia. 11Só Lucas está comigo.
4.11
2Tm 1.15
Cl 4.14
Fm 24
Toma Marcos e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério. 12Também enviei Tíquico
4.12
At 20.4
Ef 6.21
Cl 4.7
Tt 3.12
a Éfeso. 13Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, e os livros, principalmente os pergaminhos. 14Alexandre,
4.14
At 19.33
1Tm 1.20
2Sm 3.39
o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras. 15Tu, guarda-te também dele, porque resistiu muito às nossas palavras. 16Ninguém me assistiu na minha primeira defesa; antes, todos me desampararam.
4.16
2Tm 1.15
At 7.60
Que isto lhes não seja imputado. 17Mas o Senhor assistiu-me e
4.17
Mt 10.19
At 23.11
9.15
fortaleceu-me, para que, por mim, fosse cumprida a pregação e todos os gentios a ouvissem; e fiquei livre da boca do leão. 18E o Senhor me livrará de
4.18
Rm 11.30
Gl 1.5
Hb 13.21
toda má obra e guardar-me-á para o seu Reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém!

19Saúda a Prisca, e a Áquila,

4.19
At 18.22
Rm 16.3
e à casa de Onesíforo. 20Erasto ficou em Corinto,
4.20
At 19.22
20.4
Rm 16.23
e deixei Trófimo doente em Mileto. 21Procura
4.21
2Tm 4.9
vir antes do inverno. Êubulo, e Pudente, e Lino, e Cláudia, e todos os irmãos te saúdam.

22O Senhor Jesus Cristo seja com o teu espírito.

4.22
Gl 6.18
Fm 25
A graça seja convosco. Amém!

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]