Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
16

Acaz, rei de Judá

161No ano dezessete de Peca, filho de Remalias, começou a reinar Acaz,

16.1
2Cr 28.1
filho de Jotão, rei de Judá. 2Tinha Acaz vinte anos de idade quando começou a reinar, e reinou dezesseis anos em Jerusalém, e não fez o que era reto aos olhos do Senhor, seu Deus, como Davi, seu pai. 3Porque andou no caminho dos reis de Israel
16.3
Lv 18.21
Dt 12.31
2Cr 28.3
e até a seu filho fez passar pelo fogo, segundo as abominações dos gentios, que o Senhor lançara fora de diante dos filhos de Israel. 4Também sacrificou e queimou incenso nos altos
16.4
Dt 12.2
1Rs 14.23
e nos outeiros, como também debaixo de todo arvoredo.

5Então, subiu

16.5
Is 7.1,4
Rezim, rei da Síria, com Peca, filho de Remalias, rei de Israel, a Jerusalém, à peleja; e cercaram Acaz, porém não o puderam vencer. 6Naquele mesmo tempo, Rezim, rei da Síria,
16.6
2Rs 14.22
restituiu Elate à Síria e lançou fora de Elate os judeus; e os siros vieram a Elate e habitaram ali até ao dia de hoje. 7E Acaz enviou mensageiros
16.7
2Rs 15.29
a Tiglate-Pileser, rei da Assíria, dizendo: Eu sou teu servo e teu filho; sobe e livra-me das mãos do rei da Síria e das mãos do rei de Israel, que se levantam contra mim. 8E tomou Acaz
16.8
2Rs 12.18
2Cr 28.21
a prata e o ouro que se achou na Casa do Senhor e nos tesouros da casa do rei e mandou um presente ao rei da Assíria. 9E o rei da Assíria lhe deu ouvidos; pois o rei da Assíria
16.9
Am 1.5
subiu contra Damasco, e tomou-a, e levou o povo para Quir, e matou a Rezim.

O altar de Damasco

10Então, o rei Acaz foi a Damasco, a encontrar-se com Tiglate-Pileser, rei da Assíria; e, vendo um altar que estava em Damasco, o rei Acaz enviou ao sacerdote Urias a aparência do altar e o modelo, conforme toda a sua obra. 11E Urias, o sacerdote, edificou um altar conforme tudo o que o rei Acaz tinha ordenado de Damasco; assim o fez o sacerdote Urias, antes que o rei Acaz viesse de Damasco. 12Vindo, pois, de Damasco o rei, viu o altar; e o rei se chegou ao altar

16.12
2Cr 26.16,19
e sacrificou nele. 13E queimou o seu holocausto e a sua oferta de manjares, e derramou a sua libação, e espargiu o sangue dos seus sacrifícios pacíficos naquele altar. 14Porém o altar
16.14
2Cr 14.1
de cobre, que estava perante o Senhor, tirou ele de diante da casa, de entre o seu altar e a Casa do Senhor e pô-lo ao lado do seu altar, da banda do norte. 15E o rei Acaz mandou a Urias, o sacerdote, dizendo:
16.15
Êx 29.39-41
No grande altar, queima o holocausto da manhã, como também a oferta de manjares da noite, e o holocausto do rei, e a sua oferta de manjares, e o holocausto de todo o povo da terra, e a sua oferta de manjares, e as suas ofertas de bebida; e todo o sangue dos holocaustos, e todo o sangue dos sacrifícios espargirás nele; porém o altar de cobre será para mim, para inquirir dele. 16E fez Urias, o sacerdote, conforme tudo quanto o rei Acaz lhe ordenara.

17E o rei

16.17
1Rs 7.23,25,27-28
2Cr 28.24
Acaz cortou as cintas das bases, e de cima delas tomou a pia, e o mar tirou-o de sobre os bois de cobre, que estavam debaixo dele, e pô-lo sobre um pavimento de pedra. 18Também a cobertura do sábado, que edificaram na casa, e a entrada de fora do rei retirou da Casa do Senhor, por causa do rei da Assíria.

19Ora, o mais dos atos de Acaz e o que fez, porventura, não estão escritos no livro das Crônicas dos Reis de Judá? 20E dormiu Acaz com seus pais

16.20
2Cr 28.27
e foi sepultado junto a seus pais, na Cidade de Davi; e Ezequias, seu filho, reinou em seu lugar.