Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
1

Prefácio e saudação

11Paulo, apóstolo de Jesus Cristo,

1.1
At 9.15
Gl 1.1,11
Cl 1.27
segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e do Senhor Jesus Cristo, esperança nossa, 2a Timóteo,
1.2
At 16.1
1Co 4.17
Fp 2.19
1Ts 3.2
meu verdadeiro filho na fé: graça, misericórdia e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da de Cristo Jesus, nosso Senhor.

As falsas doutrinas e o evangelho da graça. O bom combate

3Como te roguei, quando parti para a Macedônia,

1.3
At 20.1,3
Fp 2.24
Gl 1.6-7
que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns que não ensinem outra doutrina, 4nem se deem a fábulas
1.4
1Tm 4.7
6.4,20
2Tm 2.14,16,23
ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que 1.4 ou dispensaçãoedificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora. 5Ora, o fim do mandamento
1.5
Rm 13.8
2Tm 2.22
é 1.5 ou a caridadeo amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida. 6Do que desviando-se alguns, se
1.6
1Tm 6.4,20
entregaram a vãs contendas, 7querendo ser doutores da lei
1.7
1Tm 6.4
e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.

8Sabemos, porém, que a lei é boa,

1.8
Rm 7.12
se alguém dela usa legitimamente, 9sabendo isto:
1.9
Gl 3.19
5.23
que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, 10para os fornicadores, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros
1.10
1Tm 6.3
2Tm 4.3
Tt 1.9
2.1
e para o que for contrário à sã doutrina, 11conforme o evangelho da glória do Deus
1.11
1Co 9.17
Gl 2.7
Cl 1.25
bem-aventurado, que me foi confiado.

12E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus, Senhor nosso,

1.12
1Co 12.9
3.5-6
7.25
Cl 1.25
porque me teve por fiel, pondo-me no ministério, 13a mim, que, dantes, fui blasfemo,
1.13
1Co 15.9
Fp 3.6
Lc 23.34
e perseguidor, e opressor; mas alcancei misericórdia, porque o fiz ignorantemente, na incredulidade. 14E a graça
1.14
Rm 5.20
1Co 15.19
1Tm 1.13
de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Jesus Cristo. 15Esta é uma palavra fiel
1.15
2Tm 2.11
Tt 3.8
Mt 9.13
e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. 16Mas, por isso, alcancei
1.16
2Co 4.1
At 13.39
misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna. 17Ora, ao Rei dos séculos,
1.17
Dn 7.14
Rm 1.23
Jo 1.18
imortal, invisível, ao único Deus seja honra e glória para todo o sempre. Amém!

18Este mandamento te dou,

1.18
2Tm 2.2-3
1Tm 4.14
meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia, 19conservando a fé
1.19
1Tm 3.9
6.9
e a boa consciência, rejeitando a qual alguns fizeram naufrágio na fé. 20E entre esses foram Himeneu e Alexandre,
1.20
2Tm 4.14
1Co 5.5
At 13.45
os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.

2

Devemos fazer orações por todos os homens

21Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens, 2pelos reis

2.2
Ed 6.10
Jr 29.7
Rm 13.1
e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade. 3Porque isto é bom
2.3
Rm 12.2
1Tm 1.1
2Tm 1.9
e agradável diante de Deus, nosso Salvador, 4que quer que todos
2.4
Ez 18.23
Jo 3.16
Tt 2.11
os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade. 5Porque um
2.5
Rm 3.29-30
Gl 3.20
Hb 8.6
Deus e um mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem, 6o qual se deu a si mesmo
2.6
Mt 10.28
Mc 10.45
Ef 1.8
em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo. 7Para o que (digo a verdade em Cristo, não minto) fui constituído pregador,
2.7
Ef 3.7-8
2Tm 1.11
Rm 9.1
e apóstolo, e 2.7 ou instruidordoutor dos gentios, na fé e na verdade.

8Quero, pois, que os homens

2.8
Ml 1.11
Jo 4.21
Is 1.15
orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda.

Os deveres das mulheres cristãs

9Que do mesmo modo as

2.9
1Pe 3.3
mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos, 10mas (como convém a mulheres que fazem profissão de
2.10
1Pe 3.4
servir a Deus) com boas obras. 11A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. 12Não permito, porém, que a mulher ensine,
2.12
1Co 14.34
Ef 5.24
nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. 13Porque primeiro foi
2.13
Gn 1.27
1Co 11.8-9
formado Adão, depois Eva. 14E Adão
2.14
Gn 3.6
2Co 11.3
não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão. 15Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, 2.15 ou na caridadeno amor e na santificação.

3

Os deveres dos bispos e dos diáconos

31Esta é uma palavra fiel:

3.1
At 20.28
Ef 4.12
Se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja. 2Convém, pois, que o bispo
3.2
Tt 1.6
2Tm 2.24
seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; 3não dado ao vinho,
3.3
Tt 1.7
2Tm 2.24
1Pe 5.2
não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento; 4que governe bem a sua própria casa,
3.4
Tt 1.6
tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia 5(porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?); 6não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não
3.6
Is 14.12
caia na condenação do diabo. 7Convém, também, que tenha bom testemunho dos que estão de fora,
3.7
At 22.12
1Co 5.12
1Ts 4.11
para que não caia em afronta e no laço do diabo.

8Da mesma sorte os diáconos sejam

3.8
At 6.3
Lv 10.9
Ez 44.21
honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância, 9guardando o mistério
3.9
1Tm 1.19
da fé em uma pura consciência. 10E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis. 11Da mesma sorte as mulheres sejam honestas,
3.11
Tt 2.3
não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo. 12Os diáconos sejam maridos de uma mulher e governem bem seus filhos e suas próprias casas. 13Porque os que servirem
3.13
Mt 25.21
bem como diáconos adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.

14Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te bem depressa, 15mas, se tardar, para que saibas como convém andar

3.15
Ef 2.21-22
2Tm 2.20
na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade. 16E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade:
3.16
Jo 1.14,32-33
1Jo 1.2
5.6
Mt 3.16
Rm 1.4
1Pe 3.18,22
Aquele que se manifestou em carne foi justificado em espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo e recebido acima, na glória.