Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
1

Prefácio e saudação

11Paulo, e Silvano,

1.1
2Co 1.19
2Ts 1.1
1Pe 5.12
e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses, em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: graça e paz tenhais de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

O sucesso do evangelho em Tessalônica e a fidelidade daquela igreja

2Sempre damos graças

1.2
Ef 1.2
a Deus por vós todos,
1.2
Rm 1.8
Ef 1.16
Fm 4
fazendo menção de vós em nossas orações, 3lembrando-nos,
1.3
1Ts 2.3
Jo 6.29
Gl 5.6
sem cessar, da obra da vossa fé, do trabalho 1.3 ou da caridadedo amor e da paciência da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai, 4sabendo, amados irmãos,
1.4
Cl 3.12
2Ts 2.13
que a vossa eleição é de Deus; 5porque o nosso evangelho não
1.5
Mc 16.20
1Co 2.4
foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós. 6E vós fostes feitos nossos
1.6
1Co 4.16
Fp 3.17
2Ts 3.9
imitadores e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação,
1.6
At 5.41
Hb 10.34
com gozo do Espírito Santo, 7de maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na Macedônia e Acaia. 8Porque por vós soou
1.8
Rm 10.18
1.8
2Ts 1.4
a palavra do Senhor, não somente na Macedônia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma; 9porque eles mesmos anunciam de nós qual
1.9
1Ts 2.1
1Co 12.2
Gl 4.8
a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e verdadeiro 10e esperar
1.10
Rm 2.7
Tt 2.13
1Pe 3.12
At 2.24
dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.

2

Como Paulo exerceu o seu ministério entre os tessalonicenses

21Porque vós mesmos,

2.1
1Ts 1.5,9
irmãos, bem sabeis que a nossa entrada para convosco não foi vã; 2mas, havendo primeiro padecido e sido agravados em Filipos,
2.2
At 16.22
7.2
Fp 1.30
Cl 2.1
como sabeis, tornamo-nos ousados em nosso Deus, para vos falar o evangelho de Deus com grande combate. 3Porque a nossa exortação não foi
2.3
2Co 7.2
2Pe 1.16
com engano, nem com imundícia, nem com fraudulência; 4mas, como fomos
2.4
1Co 7.25
9.17
1Tm 1.11-12
aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova o nosso coração. 5Porque, como bem sabeis, nunca usamos de palavras lisonjeiras,
2.5
At 20.33
2Co 2.17
Rm 1.9
nem houve um pretexto de avareza; Deus é testemunha. 6E não buscamos glória
2.6
Jo 5.41,44
12.43
1Tm 5.17
dos homens, nem de vós, nem de outros, ainda que podíamos, como apóstolos de Cristo, ser-vos pesados; 7antes,
2.7
1Co 2.3
2Co 13.4
2Tm 2.24
fomos brandos entre vós, como a ama que cria seus filhos. 8Assim nós, sendo-vos tão afeiçoados, de boa vontade quiséramos comunicar-vos, não
2.8
Rm 1.11
2Co 12.15
somente o evangelho de Deus, mas ainda a nossa própria alma; porquanto nos éreis muito queridos. 9Porque bem vos lembrais, irmãos, do nosso trabalho e fadiga; pois,
2.9
At 20.34
1Co 4.12
2Co 11.9
trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, vos pregamos o evangelho de Deus. 10Vós e Deus sois testemunhas
2.10
1Ts 1.5
2Co 7.2
2Ts 3.7
de quão santa, justa e irrepreensivelmente nos houvemos para convosco, os que crestes. 11Assim como bem sabeis de que modo vos exortávamos e consolávamos, a cada um de vós, como o pai a seus filhos, 12para que vos conduzísseis dignamente
2.12
Ef 4.1
Fp 1.27
Cl 1.10
para com Deus, que vos chama para o seu reino e glória.

13Pelo que também damos, sem cessar,

2.13
Mt 10.40
Gl 4.14
2Pe 3.2
graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade) como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes. 14Porque vós, irmãos, haveis sido feitos imitadores
2.14
Gl 1.22
At 17.5,13
Hb 10.33-34
das igrejas de Deus que, na Judeia, estão em Jesus Cristo; porquanto também padecestes de vossos próprios concidadãos o mesmo que os judeus lhes fizeram a eles, 15os quais também mataram o Senhor Jesus
2.15
At 2.23
Lc 13.33-34
Et 3.8
e os seus próprios profetas, e nos têm perseguido, e não agradam a Deus, e são contrários a todos os homens. 16E nos impedem de
2.16
Lc 11.52
At 13.50
Mt 23.32
pregar aos gentios as palavras da salvação, a fim de encherem sempre a medida de seus pecados; mas a ira de Deus caiu sobre eles até ao fim.

O desejo de Paulo de voltar a Tessalônica. Seu gozo e seus votos em vista das boas novas que Timóteo lhe trouxe

17Nós, porém, irmãos, sendo privados de vós por um momento de tempo, de vista,

2.17
1Co 5.3
Cl 2.5
mas não do coração, tanto mais procuramos com grande desejo ver o vosso rosto. 18Pelo que bem quisemos, uma e outra vez, ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo,
2.18
Rm 1.13
15.22
mas Satanás no-lo impediu. 19Porque qual é a nossa
2.19
2Co 1.14
Fp 2.16
4.1
esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura, não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda? 20Na verdade, vós sois a nossa glória e gozo.

3

31Pelo que,

3.1
1Ts 3.5
At 17.15
não podendo esperar mais, de boa mente quisemos deixar-nos ficar sós em Atenas; 2e enviamos Timóteo,
3.2
Rm 16.21
1Co 16.10
nosso irmão, e ministro de Deus, e nosso cooperador no evangelho de Cristo, para vos confortar e vos exortar acerca da vossa fé; 3para que ninguém
3.3
Ef 3.13
At 9.16
1Co 4.9
se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados; 4pois,
3.4
At 20.24
estando ainda convosco, vos predizíamos que havíamos de ser afligidos, como sucedeu, e vós o sabeis. 5Portanto,
3.5
1Co 7.5
2Co 11.3
Gl 2.2
4.11
não podendo eu também esperar mais, mandei-o saber da vossa fé, temendo que o tentador vos tentasse, e o nosso trabalho viesse a ser inútil.

6Vindo, porém, agora, Timóteo de vós para

3.6
At 18.1,5
nós e trazendo-nos boas novas da vossa fé e amor e de como sempre tendes boa lembrança de nós, desejando muito ver-nos,
3.6
Fp 1.8
como nós também a vós, 7por esta razão, irmãos, ficamos consolados acerca de vós, em toda a nossa aflição
3.7
2Co 1.4
7.6-7,13
e necessidade, pela vossa fé, 8porque, agora, vivemos,
3.8
Fp 4.1
se estais firmes no Senhor. 9Porque que ação de graças
3.9
1Ts 1.2
poderemos dar a Deus por vós, por todo o gozo com que nos regozijamos por vossa causa diante do nosso Deus, 10orando abundantemente dia e noite,
3.10
At 16.27
2Tm 1.3
Rm 1.10-11
para que possamos ver o vosso rosto e supramos o que falta à vossa fé?

11Ora, o mesmo nosso Deus e Pai e nosso Senhor Jesus Cristo

3.11
Mc 1.3
encaminhem a nossa viagem para vós. 12E o Senhor vos aumente
3.12
1Ts 4.9
5.15
2Pe 1.7
e faça crescer em 3.12 ou caridadeamor uns para com os outros e para com todos, como também nós para convosco; 13para confortar o vosso
3.13
1Co 1.8
2Ts 2.17
1Jo 3.20-21
coração, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, com todos os seus santos.