Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)
4

Os falsos profetas

41Amados, não creiais em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. 2Nisto conhecereis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; 3e todo espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual ouvistes que há de vir, e eis que está já no mundo. 4Filhinhos, sois de Deus e os tendes vencido, porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo. 5Do mundo são; por isso, falam do mundo, e o mundo os ouve. 6Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro.

Deus é amor. Devemos amar a Deus e a nossos irmãos

7Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. 8Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. 9Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. 10Nisto está o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. 11Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros. 12Ninguém jamais viu a Deus; se nós amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor.

13Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito, 14e vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. 15Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele e ele em Deus. 16E nós conhecemos e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor e quem está em amor está em Deus, e Deus, nele. 17Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no Dia do Juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo. 18No amor, não há temor; antes, o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor. 19Nós o amamos porque ele nos amou primeiro. 20Se alguém diz: Eu amo a Deus e aborrece a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? 21E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também seu irmão.

5

A fé em Jesus e as suas consequências

51Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. 2Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. 3Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados. 4Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. 5Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?

6Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo; não só por água, mas por água e por sangue. E o Espírito é o que testifica, porque o Espírito é a verdade. 7Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e estes três são um. 8E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água, e o sangue; e estes três concordam num. 9Se recebemos o testemunho dos homens, o testemunho de Deus é maior; porque o testemunho de Deus é este, que de seu Filho testificou. 10Quem crê no Filho de Deus em si mesmo tem o testemunho; quem em Deus não crê mentiroso o fez, porquanto não creu no testemunho que Deus de seu Filho deu. 11E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. 12Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.

13Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna e para que creiais no nome do Filho de Deus.

A eficácia da oração

14E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. 15E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos. 16Se alguém vir seu irmão cometer pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore. 17Toda iniquidade é pecado, e há pecado que não é para morte.

18Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive pecando; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. 19Sabemos que somos de Deus e que todo o mundo está no maligno.

20E sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna. 21Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. Amém!