Almeida Revista e Corrigida (2009) (ARC)

O caráter da pregação de Paulo em Corinto

21E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com

2.1
2Co 10.10
1Co 1.6
sublimidade de palavras ou de sabedoria. 2Porque nada me propus saber entre vós,
2.2
Gl 6.14
Fp 3.8
senão a Jesus Cristo e este crucificado. 3E eu estive convosco
2.3
At 18.1,6,12
2Co 4.7
10.1,10
Gl 4.13
em fraqueza, e em temor, e em grande tremor. 4A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas
2.4
1Co 1.17
1Pe 1.16
Rm 15.19
1Ts 1.5
de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder, 5para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens,
2.5
2Co 4.7
6.7
mas no poder de Deus.

6Todavia, falamos sabedoria entre os

2.6
1Co 14.20
1.20
Ef 4.13
Fp 3.15
Hb 5.14
2Co 1.12
Tg 3.15
perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; 7mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou
2.7
Rm 16.25-26
Ef 3.5,9
Cl 1.26
2Tm 1.9
antes dos séculos para nossa glória; 8a qual nenhum
2.8
Mt 11.25
Jo 7.48
At 13.27
2Co 3.14
Lc 23.34
dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória. 9Mas, como está escrito: As coisas que o olho não
2.9
Is 64.4
viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam. 10Mas Deus
2.10
Mt 13.11
Jo 14.26
1Jo 2.27
no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. 11Porque qual dos homens sabe as coisas do homem,
2.11
Pv 20.27
27.19
Jr 17.9
Rm 11.33
senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. 12Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o
2.12
Rm 8.15
Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. 13As quais também
2.13
2Pe 1.16
1Co 1.17
2.4
falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. 14Ora, o homem natural não compreende as coisas
2.14
Mt 16.23
1Co 1.18,23
Rm 8.5,7
Jd 19
do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 15Mas o que é espiritual
2.15
Pv 28.5
1Ts 5.21
1Jo 4.1
discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. 16Porque quem
2.16
Jó 15.8
Sl 40.13
Jr 23.18
Rm 11.34
Jo 15.15
conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.