Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)

Julgamento de Deus contra as nações inimigas

Cântico. Salmo de Asafe

831Ó Deus, não te cales;

não te emudeças, nem fiques inativo, ó Deus!

2Os teus inimigos se alvoroçam,

e os que te odeiam levantam a cabeça.

3Tramam astutamente contra o teu povo

e conspiram contra os teus protegidos.

4Dizem: Vinde, risquemo-los de entre as nações;

e não haja mais memória do nome de Israel.

5Pois tramam concordemente

e firmam aliança contra ti

6as tendas de Edom e os ismaelitas,

Moabe e os hagarenos,

7Gebal, Amom e Amaleque,

a Filístia como os habitantes de Tiro;

8também a Assíria se alia com eles,

e se constituem braço forte aos filhos de Ló.

9Faze-lhes como fizeste a Midiã,

83.9
Jz 7.1-23

como a Sísera,

83.9
Jz 4.6-22
como a Jabim na ribeira de Quisom;

10os quais pereceram em En-Dor;

tornaram-se adubo para a terra.

11Sejam os seus nobres como Orebe

83.11
Jz 7.25
e como Zeebe,

e os seus príncipes, como Zeba

83.11
Jz 8.12
e como Zalmuna,

12que disseram: Apoderemo-nos

das habitações de Deus.

13Deus meu, faze-os como folhas impelidas por um remoinho,

como a palha ao léu do vento.

14Como o fogo devora um bosque

e a chama abrasa os montes,

15assim, persegue-os com a tua tempestade

e amedronta-os com o teu vendaval.

16Enche-lhes o rosto de ignomínia,

para que busquem o teu nome, Senhor.

17Sejam envergonhados e confundidos perpetuamente;

perturbem-se e pereçam.

18E reconhecerão que só tu,

cujo nome é Senhor,

és o Altíssimo sobre toda a terra.