Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
52

Condenação do ímpio

Ao mestre de canto. Salmo didático de Davi, quando Doegue, edomita,

52, título
1Sm 22.9-10
fez saber a Saul que Davi entrara na casa de Abimeleque

521Por que te glorias na maldade, ó homem poderoso?

Pois a bondade de Deus dura para sempre.

2A tua língua urde planos de destruição;

é qual navalha afiada, ó praticadora de enganos!

3Amas o mal antes que o bem;

preferes mentir a falar retamente.

4Amas todas as palavras devoradoras,

ó língua fraudulenta!

5Também Deus te destruirá para sempre;

há de arrebatar-te e arrancar-te da tua tenda

e te extirpará da terra dos viventes.

6Os justos hão de ver tudo isso,

temerão e se rirão dele, dizendo:

7Eis o homem que não fazia de Deus a sua fortaleza;

antes, confiava na abundância dos seus próprios bens

e na sua perversidade se fortalecia.

8Quanto a mim, porém, sou como a oliveira verdejante,

na Casa de Deus;

confio na misericórdia de Deus

para todo o sempre.

9Dar-te-ei graças para sempre,

porque assim o fizeste;

na presença dos teus fiéis,

esperarei no teu nome, porque é bom.

53

A corrupção do pecador e sua redenção

Sl 14.1-7

Ao mestre de canto. Salmo didático de Davi, para cítara

531Diz o insensato no seu coração:

Não há Deus.

Corrompem-se e praticam iniquidade;

já não há quem faça o bem.

2Do céu, olha Deus para os filhos dos homens,

para ver se há quem entenda,

se há quem busque a Deus.

53.1-2
Rm 3.10-12

3Todos se extraviaram e juntamente se corromperam;

não há quem faça o bem, não há nem sequer um.

4Acaso, não entendem os obreiros da iniquidade?

Esses, que devoram o meu povo como quem come pão?

Eles não invocam a Deus.

5Tomam-se de grande pavor,

onde não há a quem temer;

porque Deus dispersa os ossos daquele que te sitia;

tu os envergonhas, porque Deus os rejeita.

6Quem me dera que de Sião viesse já o livramento de Israel!

Quando Deus restaurar a sorte do seu povo,

então, exultará Jacó, e Israel se alegrará.

54

Apelo para o socorro divino

Ao mestre de canto. Salmo didático. Para instrumentos de cordas. De Davi, quando os zifeus vieram

54, título
1Sm 23.19
26.1
dizer a Saul: Não está Davi homiziado entre nós?

541Ó Deus, salva-me, pelo teu nome,

e faze-me justiça, pelo teu poder.

2Escuta, ó Deus, a minha oração,

dá ouvidos às palavras da minha boca.

3Pois contra mim se levantam os insolentes,

e os violentos procuram tirar-me a vida;

não têm Deus diante de si.

4Eis que Deus é o meu ajudador,

o Senhor é quem me sustenta a vida.

5Ele retribuirá o mal aos meus opressores;

por tua fidelidade dá cabo deles.

6Oferecer-te-ei voluntariamente sacrifícios;

louvarei o teu nome, ó Senhor, porque é bom.

7Pois me livrou de todas as tribulações;

e os meus olhos se enchem com a ruína dos meus inimigos.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]