Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)

Ações de graças pela vitória

Ao mestre de canto. Salmo de Davi

211Na tua força, Senhor, o rei se alegra!

E como exulta com a tua salvação!

2Satisfizeste-lhe o desejo do coração

e não lhe negaste as súplicas dos seus lábios.

3Pois o supres das bênçãos de bondade;

pões-lhe na cabeça uma coroa de ouro puro.

4Ele te pediu vida, e tu lha deste;

sim, longevidade para todo o sempre.

5Grande lhe é a glória da tua salvação;

de esplendor e majestade o sobrevestiste.

6Pois o puseste por bênção para sempre

e o encheste de gozo com a tua presença.

7O rei confia no Senhor

e pela misericórdia do Altíssimo jamais vacilará.

8A tua mão alcançará todos os teus inimigos,

a tua destra apanhará os que te odeiam.

9Tu os tornarás como em fornalha ardente, quando te manifestares;

o Senhor, na sua indignação, os consumirá,

o fogo os devorará.

10Destruirás da terra a sua posteridade

e a sua descendência, de entre os filhos dos homens.

11Se contra ti intentarem o mal

e urdirem intrigas, não conseguirão efetuá-los;

12porquanto lhes farás voltar as costas

e mirarás o rosto deles com o teu arco.

13Exalta-te, Senhor, na tua força!

Nós cantaremos e louvaremos o teu poder.