Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
129

Recordação de libertações

Cântico de romagem

1291Muitas vezes me angustiaram desde a minha mocidade,

Israel que o diga;

2desde a minha mocidade, me angustiaram,

todavia, não prevaleceram contra mim.

3Sobre o meu dorso lavraram os aradores;

nele abriram longos sulcos.

4Mas o Senhor é justo;

cortou as cordas dos ímpios.

5Sejam envergonhados e repelidos

todos os que aborrecem a Sião!

6Sejam como a erva dos telhados,

que seca antes de florescer,

7com a qual não enche a mão o ceifeiro,

nem os braços, o que ata os feixes!

8E também os que passam não dizem:

A bênção do Senhor seja convosco!

Nós vos abençoamos em nome do Senhor!

130

Das profundezas clamo ao Senhor

Cântico de romagem

1301Das profundezas clamo a ti, Senhor.

2Escuta, Senhor, a minha voz;

estejam alertas os teus ouvidos às minhas súplicas.

3Se observares, Senhor, iniquidades,

quem, Senhor, subsistirá?

4Contigo, porém, está o perdão,

para que te temam.

5Aguardo o Senhor, a minha alma o aguarda;

eu espero na sua palavra.

6A minha alma anseia pelo Senhor

mais do que os guardas pelo romper da manhã.

Mais do que os guardas pelo romper da manhã,

7espere Israel no Senhor,

pois no Senhor há misericórdia;

nele, copiosa redenção.

8É ele quem redime a Israel

130.8
Tt 2.14

de todas as suas iniquidades.

131

Calma em Deus

Cântico de romagem. De Davi

1311Senhor, não é soberbo o meu coração,

nem altivo o meu olhar;

não ando à procura de grandes coisas,

nem de coisas maravilhosas demais para mim.

2Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma;

como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe,

como essa criança é a minha alma para comigo.

3Espera, ó Israel, no Senhor,

desde agora e para sempre.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]