Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
125

Fé inabalável

Cântico de romagem

1251Os que confiam no Senhor são como o monte Sião,

que não se abala, firme para sempre.

2Como em redor de Jerusalém estão os montes,

assim o Senhor, em derredor do seu povo,

desde agora e para sempre.

3O cetro dos ímpios não permanecerá

sobre a sorte dos justos,

para que o justo não estenda

a mão à iniquidade.

4Faze o bem, Senhor,

aos bons e aos retos de coração.

5Quanto aos que se desviam para sendas tortuosas,

levá-los-á o Senhor juntamente com os malfeitores.

Paz sobre Israel!

126

Consolo para os que choram

Cântico de romagem

1261Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião,

ficamos como quem sonha.

2Então, a nossa boca se encheu de riso,

e a nossa língua, de júbilo;

então, entre as nações se dizia:

Grandes coisas o Senhor tem feito por eles.

3Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós;

por isso, estamos alegres.

4Restaura, Senhor, a nossa sorte,

como as torrentes no Neguebe.

5Os que com lágrimas semeiam

com júbilo ceifarão.

6Quem sai andando e chorando,

enquanto semeia,

voltará com júbilo,

trazendo os seus feixes.

127

Todo bem procede de Deus

Cântico de romagem. De Salomão

1271Se o Senhor não edificar a casa,

em vão trabalham os que a edificam;

se o Senhor não guardar a cidade,

em vão vigia a sentinela.

2Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde,

comer o pão que penosamente granjeastes;

aos seus amados ele o dá enquanto dormem.

3Herança do Senhor são os filhos;

o fruto do ventre, seu galardão.

4Como flechas na mão do guerreiro,

assim os filhos da mocidade.

5Feliz o homem que enche deles a sua aljava;

não será envergonhado,

quando pleitear com os inimigos à porta.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]