Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
115

Honras somente a Deus

1151Não a nós, Senhor, não a nós,

mas ao teu nome dá glória,

por amor da tua misericórdia e da tua fidelidade.

2Por que diriam as nações:

Onde está o Deus deles?

3No céu está o nosso Deus

e tudo faz como lhe agrada.

4Prata e ouro são os ídolos deles,

obra das mãos de homens.

5Têm boca e não falam;

têm olhos e não veem;

6têm ouvidos e não ouvem;

têm nariz e não cheiram.

7Suas mãos não apalpam;

seus pés não andam;

som nenhum lhes sai da garganta.

8Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem

e quantos neles confiam.

115.4-8
Sl 135.15-18
Ap 9.20

9Israel confia no Senhor;

ele é o seu amparo e o seu escudo.

10A casa de Arão confia no Senhor;

ele é o seu amparo e o seu escudo.

11Confiam no Senhor os que temem o Senhor;

ele é o seu amparo e o seu escudo.

12De nós se tem lembrado o Senhor; ele nos abençoará;

abençoará a casa de Israel,

abençoará a casa de Arão.

13Ele abençoa os que temem o Senhor,

tanto pequenos como grandes.

115.13
Ap 11.18
19.5

14O Senhor vos aumente bênçãos mais e mais,

sobre vós e sobre vossos filhos.

15Sede benditos do Senhor,

que fez os céus e a terra.

16Os céus são os céus do Senhor,

mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens.

17Os mortos não louvam o Senhor,

nem os que descem à região do silêncio.

18Nós, porém, bendiremos o Senhor,

desde agora e para sempre.

Aleluia!

116

Salmo de ações de graças

1161Amo o Senhor, porque ele ouve

a minha voz e as minhas súplicas.

2Porque inclinou para mim os seus ouvidos,

invocá-lo-ei enquanto eu viver.

3Laços de morte me cercaram,

e angústias do inferno se apoderaram de mim;

caí em tribulação e tristeza.

4Então, invoquei o nome do Senhor:

ó Senhor, livra-me a alma.

5Compassivo e justo é o Senhor;

o nosso Deus é misericordioso.

6O Senhor vela pelos simples;

achava-me prostrado, e ele me salvou.

7Volta, minha alma, ao teu sossego,

pois o Senhor tem sido generoso para contigo.

8Pois livraste da morte a minha alma,

das lágrimas, os meus olhos,

da queda, os meus pés.

9Andarei na presença do Senhor,

na terra dos viventes.

10Eu cria,

116.10
2Co 4.13
ainda que disse:

estive sobremodo aflito.

11Eu disse na minha perturbação:

todo homem é mentiroso.

12Que darei ao Senhor

por todos os seus benefícios para comigo?

13Tomarei o cálice da salvação

e invocarei o nome do Senhor.

14Cumprirei os meus votos ao Senhor,

na presença de todo o seu povo.

15Preciosa é aos olhos do Senhor

a morte dos seus santos.

16Senhor, deveras sou teu servo,

teu servo, filho da tua serva;

quebraste as minhas cadeias.

17Oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graças

e invocarei o nome do Senhor.

18Cumprirei os meus votos ao Senhor,

na presença de todo o seu povo,

19nos átrios da Casa do Senhor,

no meio de ti, ó Jerusalém.

Aleluia!

117

Todos os povos devem louvar ao Senhor

1171Louvai ao Senhor,

117.1
Rm 15.11
vós todos os gentios,

louvai-o, todos os povos.

2Porque mui grande é a sua misericórdia para conosco,

e a fidelidade do Senhor subsiste para sempre.

Aleluia!