Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
1

Livro I

Salmos 1—41

Os justos e os ímpios

11Bem-aventurado o homem

que não anda no conselho dos ímpios,

não se detém no caminho dos pecadores,

nem se assenta na roda dos escarnecedores.

2Antes, o seu prazer está na lei do Senhor,

e na sua lei medita de dia e de noite.

3Ele é como árvore

1.3
Jr 17.8

plantada junto a corrente de águas,

que, no devido tempo, dá o seu fruto,

e cuja folhagem não murcha;

e tudo quanto ele faz será bem-sucedido.

4Os ímpios não são assim;

são, porém, como a palha que o vento dispersa.

5Por isso, os perversos não prevalecerão no juízo,

nem os pecadores, na congregação dos justos.

6Pois o Senhor conhece o caminho dos justos,

mas o caminho dos ímpios perecerá.