Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
27

Votos particulares e a avaliação deles

271Disse mais o Senhor a Moisés: 2Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando alguém fizer voto com respeito a pessoas, estas serão do Senhor, segundo a tua avaliação. 3Se o objeto da tua avaliação for homem, da idade de vinte anos até à de sessenta, será a tua avaliação de cinquenta siclos de prata, segundo o siclo do santuário. 4Porém, se for mulher, a tua avaliação será de trinta siclos. 5Se a idade for de cinco anos até vinte, a tua avaliação do homem será de vinte siclos, e a da mulher, de dez siclos. 6Se a idade for de um mês até cinco anos, a tua avaliação do homem será de cinco siclos de prata, e a tua avaliação pela mulher será de três siclos de prata. 7De sessenta anos para cima, se for homem, a tua avaliação será de quinze siclos; se mulher, dez siclos. 8Mas, se for mais pobre do que a tua avaliação, então, apresentar-se-á diante do sacerdote, para que este o avalie; segundo o que permitem as posses do que fez o voto, o avaliará o sacerdote.

9Se for animal dos que se oferecem ao Senhor, tudo quanto dele se der ao Senhor será santo. 10Não o mudará, nem o trocará bom por mau ou mau por bom; porém, se dalgum modo se trocar animal por animal, um e outro serão santos. 11Se for animal imundo dos que se não oferecem ao Senhor, então, apresentará o animal diante do sacerdote. 12O sacerdote o avaliará, seja bom ou mau; segundo a avaliação do sacerdote, assim será. 13Porém, se dalgum modo o resgatar, então, acrescentará a quinta parte à tua avaliação.

14Quando alguém dedicar a sua casa para ser santa ao Senhor, o sacerdote a avaliará, seja boa ou seja má; como o sacerdote a avaliar, assim será. 15Mas, se aquele que a dedicou quiser resgatar a casa, então, acrescentará a quinta parte do dinheiro à tua avaliação, e será sua.

Voto de um campo e o resgate dele

16Se alguém dedicar ao Senhor parte do campo da sua herança, então, a tua avaliação será segundo a semente necessária para o semear: um gômer pleno de cevada será avaliado por cinquenta siclos de prata. 17Se dedicar o seu campo desde o Ano do Jubileu, segundo a tua plena avaliação, ficará. 18Mas, se dedicar o seu campo depois do Ano do Jubileu, então, o sacerdote lhe contará o dinheiro segundo os anos restantes até ao Ano do Jubileu, e isto se abaterá da tua avaliação. 19Se aquele que dedicou o campo dalgum modo o quiser resgatar, então, acrescentará a quinta parte do dinheiro à tua avaliação, e ficará seu. 20Se não quiser resgatar o campo ou se o vender a outro homem, nunca mais se resgatará. 21Porém, havendo o campo saído livre no Ano do Jubileu, será santo ao Senhor, como campo consagrado; a posse dele será do sacerdote.

22Se alguém dedicar ao Senhor o campo que comprou, e não for parte da sua herança, 23então, o sacerdote lhe contará o preço da avaliação até ao Ano do Jubileu; e, no mesmo dia, dará o importe da avaliação como coisa santa ao Senhor. 24No Ano do Jubileu, o campo tornará àquele que o vendeu, àquele de quem era a posse do campo por herança. 25Toda a tua avaliação se fará segundo o siclo do santuário; o siclo será de vinte geras.

26Mas o primogênito de um animal, por já pertencer ao Senhor, ninguém o dedicará; seja boi ou gado miúdo, é do Senhor. 27Mas, se for de um animal imundo, resgatar-se-á, segundo a tua avaliação, e sobre ele acrescentará a quinta parte; se não for resgatado, vender-se-á, segundo a tua avaliação.

Não há resgate para certas coisas consagradas

28No entanto, nada do que alguém dedicar irremissivelmente ao Senhor, de tudo o que tem, seja homem, ou animal, ou campo da sua herança, se poderá vender, nem resgatar; toda coisa assim consagrada

27.28
Nm 18.14
será santíssima ao Senhor. 29Ninguém que dentre os homens for dedicado irremissivelmente ao Senhor se poderá resgatar; será morto.

Sobre as dízimas

30Também todas as dízimas da terra, tanto dos cereais do campo como dos frutos das árvores, são do Senhor; santas são ao Senhor. 31Se alguém, das suas dízimas, quiser resgatar alguma coisa, acrescentará a sua quinta parte sobre ela. 32No tocante às dízimas do gado e do rebanho, de tudo o que passar debaixo do bordão do pastor, o dízimo será santo ao Senhor. 33Não se investigará se é bom ou mau, nem o trocará; mas, se dalgum modo o trocar, um e outro serão santos; não serão resgatados.

27.30-33
Nm 18.21
Dt 14.22-29

34São estes os mandamentos que o Senhor ordenou a Moisés, para os filhos de Israel, no monte Sinai.