Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)

Jó afirma a soberania de Deus

261Jó, porém, respondeu:

2Como sabes ajudar ao que não tem força

e prestar socorro ao braço que não tem vigor!

3Como sabes aconselhar ao que não tem sabedoria

e revelar plenitude de verdadeiro conhecimento!

4Com a ajuda de quem proferes tais palavras?

E de quem é o espírito que fala em ti?

5A alma dos mortos treme

debaixo das águas com seus habitantes.

6O além está desnudo perante ele,

e não há coberta para o abismo.

7Ele estende o norte sobre o vazio

e faz pairar a terra sobre o nada.

8Prende as águas em densas nuvens,

e as nuvens não se rasgam debaixo delas.

9Encobre a face do seu trono

e sobre ele estende a sua nuvem.

10Traçou um círculo à superfície das águas,

até aos confins da luz e das trevas.

11As colunas do céu tremem

e se espantam da sua ameaça.

12Com a sua força fende o mar

e com o seu entendimento abate o adversário.

13Pelo seu sopro aclara os céus,

a sua mão fere o dragão veloz.

14Eis que isto são apenas as orlas dos seus caminhos!

Que leve sussurro temos ouvido dele!

Mas o trovão do seu poder, quem o entenderá?