Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
2

Não se deve fazer acepção de pessoas

21Meus irmãos, não tenhais a fé em nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. 2Se, portanto, entrar na vossa sinagoga algum homem com anéis de ouro nos dedos, em trajos de luxo, e entrar também algum pobre andrajoso, 3e tratardes com deferência o que tem os trajos de luxo e lhe disserdes: Tu, assenta-te aqui em lugar de honra; e disserdes ao pobre: Tu, fica ali em pé ou assenta-te aqui abaixo do estrado dos meus pés, 4não fizestes distinção entre vós mesmos e não vos tornastes juízes tomados de perversos pensamentos? 5Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que para o mundo são pobres, para serem ricos em fé e herdeiros do reino que ele prometeu aos que o amam? 6Entretanto, vós outros menosprezastes o pobre. Não são os ricos que vos oprimem e não são eles que vos arrastam para tribunais? 7Não são eles os que blasfemam o bom nome que sobre vós foi invocado? 8Se vós, contudo, observais a lei régia segundo a Escritura:

Amarás o teu próximo como a ti mesmo,

2.8
Lv 19.18

fazeis bem; 9se, todavia, fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo arguidos pela lei como transgressores. 10Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos. 11Porquanto, aquele que disse:

Não adulterarás

2.11
Êx 20.13
Dt 5.17

também ordenou:

Não matarás.

2.11
Êx 20.14
Dt 5.18

Ora, se não adulteras, porém matas, vens a ser transgressor da lei. 12Falai de tal maneira e de tal maneira procedei como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade. 13Porque o juízo é sem misericórdia para com aquele que não usou de misericórdia. A misericórdia triunfa sobre o juízo.

A fé sem obras é morta

14Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem fé, mas não tiver obras? Pode, acaso, semelhante fé salvá-lo? 15Se um irmão ou uma irmã estiverem carecidos de roupa e necessitados do alimento cotidiano, 16e qualquer dentre vós lhes disser: Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos, sem, contudo, lhes dar o necessário para o corpo, qual é o proveito disso? 17Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta.

18Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé. 19Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios creem e tremem. 20Queres, pois, ficar certo, ó homem insensato, de que a fé sem as obras é inoperante? 21Não foi por obras que Abraão, o nosso pai, foi justificado, quando ofereceu sobre o altar o próprio filho, Isaque?

2.21
Gn 22.1-14
22Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou, 23e se cumpriu a Escritura, a qual diz:

Ora, Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça;

2.23
Gn 15.6

e:

Foi chamado amigo de Deus.

2.23
2Cr 20.7
Is 41.8

24Verificais que uma pessoa é justificada por obras e não por fé somente. 25De igual modo, não foi também justificada por obras a meretriz Raabe,
2.25
Js 2.1-21
quando acolheu os emissários e os fez partir por outro caminho? 26Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta.