Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)

Exortação a ter em memória os benefícios do Senhor

81Cuidareis de cumprir todos os mandamentos que hoje vos ordeno, para que vivais, e vos multipliqueis, e entreis, e possuais a terra que o Senhor prometeu sob juramento a vossos pais. 2Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o Senhor, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos. 3Ele te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conhecias, nem teus pais o conheciam, para te dar a entender que não só de pão viverá o homem,

8.3
Mt 4.4
Lc 4.4
mas de tudo o que procede da boca do Senhor viverá o homem. 4Nunca envelheceu a tua veste sobre ti, nem se inchou o teu pé nestes quarenta anos. 5Sabe, pois, no teu coração, que, como um homem disciplina a seu filho, assim te disciplina o Senhor, teu Deus. 6Guarda os mandamentos do Senhor, teu Deus, para andares nos seus caminhos e o temeres; 7porque o Senhor, teu Deus, te faz entrar numa boa terra, terra de ribeiros de águas, de fontes, de mananciais profundos, que saem dos vales e das montanhas; 8terra de trigo e cevada, de vides, figueiras e romeiras; terra de oliveiras, de azeite e mel; 9terra em que comerás o pão sem escassez, e nada te faltará nela; terra cujas pedras são ferro e de cujos montes cavarás o cobre. 10Comerás, e te fartarás, e louvarás o Senhor, teu Deus, pela boa terra que te deu.

11Guarda-te não te esqueças do Senhor, teu Deus, não cumprindo os seus mandamentos, os seus juízos e os seus estatutos, que hoje te ordeno; 12para não suceder que, depois de teres comido e estiveres farto, depois de haveres edificado boas casas e morado nelas; 13depois de se multiplicarem os teus gados e os teus rebanhos, e se aumentar a tua prata e o teu ouro, e ser abundante tudo quanto tens, 14se eleve o teu coração, e te esqueças do Senhor,

8.14
Os 13.5-6
teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão, 15que te conduziu por aquele grande e terrível deserto de serpentes abrasadoras, de escorpiões e de secura, em que não havia água; e te fez sair água da pederneira; 16que no deserto te sustentou com maná, que teus pais não conheciam; para te humilhar, e para te provar, e, afinal, te fazer bem. 17Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas. 18Antes, te lembrarás do Senhor, teu Deus, porque é ele o que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que, sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê. 19Se te esqueceres do Senhor, teu Deus, e andares após outros deuses, e os servires, e os adorares, protesto, hoje, contra vós outros que perecereis. 20Como as nações que o Senhor destruiu de diante de vós, assim perecereis; porquanto não quisestes obedecer à voz do Senhor, vosso Deus.