Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
5

A repetição dos dez mandamentos

Êx 20.1-17

51Chamou Moisés a todo o Israel e disse-lhe: Ouvi, ó Israel, os estatutos e juízos que hoje vos falo aos ouvidos, para que os aprendais e cuideis em os cumprirdes. 2O Senhor, nosso Deus, fez aliança conosco em Horebe. 3Não foi com nossos pais que fez o Senhor esta aliança, e sim conosco, todos os que, hoje, aqui estamos vivos. 4Face a face falou o Senhor conosco, no monte, do meio do fogo 5(Nesse tempo, eu estava em pé entre o Senhor e vós, para vos notificar a palavra do Senhor, porque temestes o fogo e não subistes ao monte.), dizendo: 6Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei do Egito, da casa da servidão. 7Não terás outros deuses diante de mim. 8Não farás para ti

5.8
Êx 34.17
Lv 19.4
26.1
Dt 4.15-19
27.15
imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; 9não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu, o Senhor, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem, 10e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.
5.9-10
Êx 34.7
Nm 14.18
Dt 7.9

11Não tomarás o nome

5.11
Lv 19.12
do Senhor, teu Deus, em vão, porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão. 12Guarda o dia de sábado, para o santificar, como te ordenou o Senhor, teu Deus. 13Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra. 14Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem animal algum teu, nem o estrangeiro das tuas portas para dentro, para que o teu servo e a tua serva descansem como tu; 15porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito e que o Senhor, teu Deus, te tirou dali com mão poderosa e braço estendido; pelo que o Senhor, teu Deus, te ordenou que guardasses o dia de sábado.
5.12-15
Êx 16.23-30
23.12
31.12-17
34.21
35.2-3
Lv 23.3

16Honra a teu pai

5.16
Dt 27.16
Mt 15.4
19.19
Mc 7.10
10.19
Lc 18.20
Ef 6.2-3
e a tua mãe, como o Senhor, teu Deus, te ordenou, para que se prolonguem os teus dias e para que te vá bem na terra que o Senhor, teu Deus, te dá. 17Não matarás.
5.17
Gn 9.6
Lv 24.17
Mt 5.21
19.18
Mc 10.19
Lc 18.20
Rm 13.9
Tg 2.11
18Não adulterarás.
5.18
Lv 20.10
Mt 5.27
19.18
Mc 10.19
Lc 18.20
Rm 13.9
Tg 2.11
19Não furtarás.
5.19
Lv 19.11
Mt 19.18
Mc 10.19
Lc 18.20
Rm 13.9
20Não dirás falso testemunho
5.20
Êx 23.1
Mt 19.18
Mc 10.19
Lc 18.20
Rm 13.9
contra o teu próximo. 21Não cobiçarás
5.21
Rm 7.7
13.9
a mulher do teu próximo. Não desejarás a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

Moisés, mediador entre Deus e o povo

Êx 20.18-21

22Estas palavras falou o Senhor a toda a vossa congregação no monte, do meio do fogo, da nuvem e da escuridade, com grande voz, e nada acrescentou. Tendo-as escrito em duas tábuas de pedra, deu-mas a mim. 23Sucedeu que, ouvindo a voz do meio das trevas, enquanto ardia o monte em fogo, vos achegastes a mim, todos os cabeças das vossas tribos e vossos anciãos, 24e dissestes: Eis aqui o Senhor, nosso Deus, nos fez ver a sua glória e a sua grandeza, e ouvimos a sua voz do meio do fogo; hoje, vimos que Deus fala com o homem, e este permanece vivo. 25Agora, pois, por que morreríamos? Pois este grande fogo nos consumiria; se ainda mais ouvíssemos a voz do Senhor, nosso Deus, morreríamos. 26Porque quem há, de toda carne, que tenha ouvido a voz do Deus vivo falar do meio do fogo, como nós ouvimos, e permanecido vivo? 27Chega-te, e ouve tudo o que disser o Senhor, nosso Deus; e tu nos dirás tudo o que te disser o Senhor, nosso Deus, e o ouviremos, e o cumpriremos.

5.22-27
Hb 12.18-19
28Ouvindo, pois, o Senhor as vossas palavras, quando me faláveis a mim, o Senhor me disse: Eu ouvi as palavras deste povo, as quais te disseram; em tudo falaram eles bem. 29Quem dera que eles tivessem tal coração, que me temessem e guardassem em todo o tempo todos os meus mandamentos, para que bem lhes fosse a eles e a seus filhos, para sempre! 30Vai, dize-lhes: Tornai-vos às vossas tendas. 31Tu, porém, fica-te aqui comigo, e eu te direi todos os mandamentos, e estatutos, e juízos que tu lhes hás de ensinar que cumpram na terra que eu lhes darei para possuí-la. 32Cuidareis em fazerdes como vos mandou o Senhor, vosso Deus; não vos desviareis, nem para a direita, nem para a esquerda. 33Andareis em todo o caminho que vos manda o Senhor, vosso Deus, para que vivais, bem vos suceda, e prolongueis os dias na terra que haveis de possuir.

6

O fim da lei é a obediência

61Estes, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o Senhor, teu Deus, se te ensinassem, para que os cumprisses na terra a que passas para a possuir; 2para que temas ao Senhor, teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida; e que teus dias sejam prolongados. 3Ouve, pois, ó Israel, e atenta em os cumprires, para que bem te suceda, e muito te multipliques na terra que mana leite e mel, como te disse o Senhor, Deus de teus pais. 4Ouve, Israel,

6.4
Mc 12.29
o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. 5Amarás, pois, o Senhor, teu Deus,
6.5
Mt 22.37
Mc 12.30
Lc 10.27
de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. 6Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; 7tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. 8Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. 9E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.
6.6-9
Dt 11.18-20

10Havendo-te, pois, o Senhor, teu Deus, introduzido na terra que, sob juramento, prometeu a teus pais, Abraão,

6.10
Gn 12.7
Isaque
6.10
Gn 26.3
e Jacó,
6.10
Gn 28.13
te daria, grandes e boas cidades, que tu não edificaste; 11e casas cheias de tudo o que é bom, casas que não encheste; e poços abertos, que não abriste; vinhais e olivais, que não plantaste; e, quando comeres e te fartares, 12guarda-te, para que não esqueças o Senhor, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão. 13O Senhor, teu Deus, temerás,
6.13
Mt 4.10
Lc 4.8
a ele servirás, e, pelo seu nome, jurarás. 14Não seguirás outros deuses, nenhum dos deuses dos povos que houver à roda de ti, 15porque o Senhor, teu Deus, é Deus zeloso no meio de ti, para que a ira do Senhor, teu Deus, se não acenda contra ti e te destrua de sobre a face da terra. 16Não tentarás o Senhor, teu Deus,
6.16
Êx 17.7
Mt 4.7
Lc 4.12
como o tentaste em Massá. 17Diligentemente, guardarás os mandamentos do Senhor, teu Deus, e os seus testemunhos, e os seus estatutos que te ordenou. 18Farás o que é reto e bom aos olhos do Senhor, para que bem te suceda, e entres, e possuas a boa terra a qual o Senhor, sob juramento, prometeu dar a teus pais, 19lançando todos os teus inimigos de diante de ti, como o Senhor tem dito.

20Quando teu filho, no futuro, te perguntar, dizendo: Que significam os testemunhos, e estatutos, e juízos que o Senhor, nosso Deus, vos ordenou? 21Então, dirás a teu filho: Éramos servos de Faraó, no Egito; porém o Senhor de lá nos tirou com poderosa mão. 22Aos nossos olhos fez o Senhor sinais e maravilhas, grandes e terríveis, contra o Egito e contra Faraó e toda a sua casa; 23e dali nos tirou, para nos levar e nos dar a terra que sob juramento prometeu a nossos pais. 24O Senhor nos ordenou cumpríssemos todos estes estatutos e temêssemos o Senhor, nosso Deus, para o nosso perpétuo bem, para nos guardar em vida, como tem feito até hoje. 25Será por nós justiça, quando tivermos cuidado de cumprir todos estes mandamentos perante o Senhor, nosso Deus, como nos tem ordenado.

7

Admoestações contra a infidelidade

Êx 34.10-17

71Quando o Senhor, teu Deus, te introduzir na terra a qual passas a possuir, e tiver lançado muitas nações de diante de ti, os heteus, e os girgaseus, e os amorreus, e os cananeus, e os ferezeus, e os heveus, e os jebuseus, sete nações

7.1
At 13.19
mais numerosas e mais poderosas do que tu; 2e o Senhor, teu Deus, as tiver dado diante de ti, para as ferir, totalmente as destruirás; não farás com elas aliança, nem terás piedade delas; 3nem contrairás matrimônio com os filhos dessas nações; não darás tuas filhas a seus filhos, nem tomarás suas filhas para teus filhos; 4pois elas fariam desviar teus filhos de mim, para que servissem a outros deuses; e a ira do Senhor se acenderia contra vós outros e depressa vos destruiria. 5Porém assim lhes fareis: derribareis os seus altares,
7.5
Dt 12.3
quebrareis as suas colunas, cortareis os seus postes-ídolos e queimareis as suas imagens de escultura.

6Porque tu és povo santo ao Senhor, teu Deus; o Senhor, teu Deus, te escolheu, para que lhe fosses o seu povo próprio,

7.6
Êx 19.5
Dt 14.2
Tt 2.14
1Pe 2.9
de todos os povos que há sobre a terra. 7Não vos teve o Senhor afeição, nem vos escolheu porque fôsseis mais numerosos do que qualquer povo, pois éreis o menor de todos os povos, 8mas porque o Senhor vos amava e, para guardar o juramento que fizera a vossos pais, o Senhor vos tirou com mão poderosa e vos resgatou da casa da servidão, do poder de Faraó, rei do Egito. 9Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel,
7.9
Êx 20.5-6
Dt 5.9-10
que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos; 10e dá o pago diretamente aos que o odeiam, fazendo-os perecer; não será demorado para com o que o odeia; prontamente, lho retribuirá. 11Guarda, pois, os mandamentos, e os estatutos, e os juízos que hoje te mando cumprir.

Bênçãos decorrentes da obediência

Lv 26.3-13; Dt 28.1-14

12Será, pois, que, se, ouvindo estes juízos, os guardares e cumprires, o Senhor, teu Deus, te guardará a aliança e a misericórdia prometida sob juramento a teus pais; 13ele te amará, e te abençoará, e te fará multiplicar; também abençoará os teus filhos, e o fruto da tua terra, e o teu cereal, e o teu vinho, e o teu azeite, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas, na terra que, sob juramento a teus pais, prometeu dar-te. 14Bendito serás mais do que todos os povos; não haverá entre ti nem homem, nem mulher estéril, nem entre os teus animais. 15O Senhor afastará de ti toda enfermidade; sobre ti não porá nenhuma das doenças malignas dos egípcios, que bem sabes; antes, as porá sobre todos os que te odeiam. 16Consumirás todos os povos que te der o Senhor, teu Deus; os teus olhos não terão piedade deles, nem servirás a seus deuses, pois isso te seria por ciladas.

17Se disseres no teu coração: Estas nações são mais numerosas do que eu; como poderei desapossá-las? 18Delas não tenhas temor; lembrar-te-ás do que o Senhor, teu Deus, fez a Faraó e a todo o Egito; 19das grandes provas que viram os teus olhos, e dos sinais, e maravilhas, e mão poderosa, e braço estendido, com que o Senhor, teu Deus, te tirou; assim fará o Senhor, teu Deus, com todos os povos, aos quais temes. 20Além disso, o Senhor, teu Deus, mandará entre eles vespões, até que pereçam os que ficarem e se esconderem de diante de ti. 21Não te espantes diante deles, porque o Senhor, teu Deus, está no meio de ti, Deus grande e temível. 22O Senhor, teu Deus, lançará fora estas nações, pouco a pouco, de diante de ti; não poderás destruí-las todas de pronto, para que as feras do campo se não multipliquem contra ti. 23Mas o Senhor, teu Deus, tas entregará e lhes infligirá grande confusão, até que sejam destruídas. 24Entregar-te-á também nas mãos os seus reis, para que apagues o nome deles de debaixo dos céus; nenhum homem poderá resistir-te, até que os destruas. 25As imagens de escultura de seus deuses queimarás; a prata e o ouro que estão sobre elas não cobiçarás, nem os tomarás para ti, para que te não enlaces neles; pois são abominação ao Senhor, teu Deus. 26Não meterás, pois, coisa abominável em tua casa, para que não sejas amaldiçoado, semelhante a ela; de todo, a detestarás e, de todo, a abominarás, pois é amaldiçoada.