Almeida Revista e Atualizada (1993) (ARA)
21

O levantamento do censo

2Sm 24.1-9

211Então, Satanás se levantou contra Israel e incitou a Davi a levantar o censo de Israel. 2Disse Davi a Joabe e aos chefes do povo: Ide, levantai o censo de Israel, desde Berseba até Dã; e trazei-me a apuração para que eu saiba o seu número. 3Então, disse Joabe: Multiplique o Senhor, teu Deus, a este povo cem vezes mais; porventura, ó rei, meu senhor, não são todos servos de meu senhor? Por que requer isso o meu senhor? Por que trazer, assim, culpa sobre Israel? 4Porém a palavra do rei prevaleceu contra Joabe; pelo que saiu Joabe e percorreu todo o Israel; então, voltou para Jerusalém. 5Deu Joabe a Davi o recenseamento do povo; havia em Israel um milhão e cem mil homens que puxavam da espada; e em Judá eram quatrocentos e setenta mil homens que puxavam da espada. 6Porém os de Levi e Benjamim não foram contados entre eles, porque a ordem do rei foi abominável a Joabe.

Davi escolhe o castigo

2Sm 24.10-17

7Tudo isto desagradou a Deus, pelo que feriu a Israel. 8Então, disse Davi a Deus: Muito pequei em fazer tal coisa; porém, agora, peço-te que perdoes a iniquidade de teu servo, porque procedi mui loucamente. 9Falou, pois, o Senhor a Gade, o vidente de Davi, dizendo: 10Vai e dize a Davi: Assim diz o Senhor: Três coisas te ofereço; escolhe uma delas, para que ta faça. 11Veio, pois, Gade a Davi e lhe disse: Assim diz o Senhor: Escolhe o que queres: 12ou três anos de fome, ou que por três meses sejas consumido diante dos teus adversários, e a espada de teus inimigos te alcance, ou que por três dias a espada do Senhor, isto é, a peste na terra, e o Anjo do Senhor causem destruição em todos os territórios de Israel; vê, pois, agora, que resposta hei de dar ao que me enviou. 13Então, disse Davi a Gade: Estou em grande angústia; caia eu, pois, nas mãos do Senhor, porque são muitíssimas as suas misericórdias, mas nas mãos dos homens não caia eu.

14Então, enviou o Senhor a peste a Israel; e caíram de Israel setenta mil homens. 15Enviou Deus um anjo a Jerusalém, para a destruir; ao destruí-la, olhou o Senhor, e se arrependeu do mal, e disse ao anjo destruidor: Basta, retira, agora, a mão. O Anjo do Senhor estava junto à eira de Ornã, o jebuseu. 16Levantando Davi os olhos, viu o Anjo do Senhor, que estava entre a terra e o céu, com a espada desembainhada na mão estendida contra Jerusalém; então, Davi e os anciãos, cobertos de panos de saco, se prostraram com o rosto em terra. 17Disse Davi a Deus: Não sou eu o que disse que se contasse o povo? Eu é que pequei, eu é que fiz muito mal; porém estas ovelhas que fizeram? Ah! Senhor, meu Deus, seja, pois, a tua mão contra mim e contra a casa de meu pai e não para castigo do teu povo.

Davi erige um altar na eira de Ornã

2Sm 24.18-25

18Então, o Anjo do Senhor disse a Gade que mandasse Davi subir para levantar um altar ao Senhor, na eira de Ornã, o jebuseu. 19Subiu, pois, Davi, segundo a palavra de Gade, que falara em nome do Senhor. 20Virando-se Ornã, viu o Anjo; e esconderam-se seus quatro filhos que estavam com ele. Ora, Ornã estava debulhando trigo. 21Quando Davi vinha chegando a Ornã, este olhou, e o viu e, saindo da eira, se inclinou diante de Davi, com o rosto em terra. 22Disse Davi a Ornã: Dá-me este lugar da eira a fim de edificar nele um altar ao Senhor, para que cesse a praga de sobre o povo; dá-mo pelo seu devido valor. 23Então, disse Ornã a Davi: Tome-a o rei, meu senhor, para si e faça dela o que bem lhe parecer; eis que dou os bois para o holocausto, e os trilhos, para a lenha, e o trigo, para oferta de manjares; dou tudo. 24Tornou o rei Davi a Ornã: Não; antes, pelo seu inteiro valor a quero comprar; porque não tomarei o que é teu para o Senhor, nem oferecerei holocausto que não me custe nada. 25Davi deu a Ornã por aquele lugar a soma de seiscentos siclos de ouro. 26Edificou ali um altar ao Senhor, ofereceu nele holocaustos e sacrifícios pacíficos e invocou o Senhor, o qual lhe respondeu com fogo do céu sobre o altar do holocausto. 27O Senhor deu ordem ao Anjo, e ele meteu a sua espada na bainha.

O lugar do templo

28Vendo Davi, naquele mesmo tempo, que o Senhor lhe respondera na eira de Ornã, o jebuseu, sacrificou ali. 29Porque o tabernáculo do Senhor, que Moisés fizera no deserto, e o altar do holocausto estavam, naquele tempo, no alto de Gibeão. 30Davi não podia ir até lá para consultar a Deus, porque estava atemorizado por causa da espada do Anjo do Senhor.

22

Davi faz preparativos para edificar o templo

221Disse Davi: Aqui, se levantará a Casa do Senhor Deus e o altar do holocausto para Israel. 2Deu ordem Davi para que fossem ajuntados os estrangeiros que estavam na terra de Israel; e encarregou pedreiros que preparassem pedras de cantaria para se edificar a Casa de Deus. 3Aparelhou Davi ferro em abundância, para os pregos das folhas das portas e para as junturas, como também bronze em abundância, que nem foi pesado. 4Madeira de cedro sem conta, porque os sidônios e tírios a traziam a Davi, em grande quantidade. 5Pois dizia Davi: Salomão, meu filho, ainda é moço e tenro, e a casa que se há de edificar para o Senhor deve ser sobremodo magnificente, para nome e glória em todas as terras; providenciarei, pois, para ela o necessário; assim, o preparou Davi em abundância, antes de sua morte.

Ordens de Davi a Salomão

6Então, chamou a Salomão, seu filho, e lhe ordenou que edificasse casa ao Senhor, Deus de Israel. 7Disse Davi a Salomão: Filho meu, tive intenção de edificar uma casa ao nome do Senhor, meu Deus. 8Porém a mim me veio a palavra do Senhor, dizendo: Tu derramaste sangue em abundância e fizeste grandes guerras; não edificarás casa ao meu nome, porquanto muito sangue tens derramado na terra, na minha presença. 9Eis que te nascerá um filho, que será homem sereno, porque lhe darei descanso de todos os seus inimigos em redor; portanto, Salomão será o seu nome; paz e tranquilidade darei a Israel nos seus dias. 10Este edificará casa ao meu nome; ele me será por filho, e eu lhe serei por pai; estabelecerei para sempre o trono do seu reino sobre Israel.

22.7-10
2Sm 7.1-16
1Cr 17.1-14
11Agora, pois, meu filho, o Senhor seja contigo, a fim de que prosperes e edifiques a Casa do Senhor, teu Deus, como ele disse a teu respeito. 12Que o Senhor te conceda prudência e entendimento, para que, quando regeres sobre Israel, guardes a lei do Senhor, teu Deus. 13Então, prosperarás,
22.13
Js 1.6-9
se cuidares em cumprir os estatutos e os juízos que o Senhor ordenou a Moisés acerca de Israel; sê forte e corajoso, não temas, não te desalentes. 14Eis que, com penoso trabalho, preparei para a Casa do Senhor cem mil talentos de ouro e um milhão de talentos de prata, e bronze e ferro em tal abundância, que nem foram pesados; também madeira e pedras preparei, cuja quantidade podes aumentar. 15Além disso, tens contigo trabalhadores em grande número, e canteiros, e pedreiros, e carpinteiros, e peritos em toda sorte de obra 16de ouro, e de prata, e também de bronze, e de ferro, que se não pode contar. Dispõe-te, pois, e faze a obra, e o Senhor seja contigo!

17Davi deu ordem a todos os príncipes de Israel que ajudassem Salomão, seu filho, dizendo: 18Porventura, não está convosco o Senhor, vosso Deus, e não vos deu paz por todos os lados? Pois entregou nas minhas mãos os moradores desta terra, a qual está sujeita perante o Senhor e perante o seu povo. 19Disponde, pois, agora o coração e a alma para buscardes ao Senhor, vosso Deus; disponde-vos e edificai o santuário do Senhor Deus, para que a arca da Aliança do Senhor e os utensílios sagrados de Deus sejam trazidos a esta casa, que se há de edificar ao nome do Senhor.

23

Os turnos e funções dos levitas

231Sendo, pois, Davi já velho e farto de dias, constituiu a seu filho Salomão rei

23.1
1Rs 1.1-40
sobre Israel.

2Ajuntou todos os príncipes de Israel, como também os sacerdotes e levitas. 3Foram contados os levitas de trinta anos para cima; seu número, contados um por um, foi de trinta e oito mil homens. 4Destes, havia vinte e quatro mil para superintenderem a obra da Casa do Senhor, seis mil oficiais e juízes, 5quatro mil porteiros e quatro mil para louvarem o Senhor com os instrumentos que Davi fez para esse mister. 6Davi os repartiu por turnos, segundo os filhos de Levi: Gérson, Coate e Merari.

7Filhos de Gérson: Ladã e Simei. 8Filhos de Ladã: Jeiel, o chefe, Zetã e Joel, três. 9Filhos de Simei: Selomite, Haziel e Harã, três; estes foram os chefes das famílias de Ladã. 10Filhos de Simei: Jaate, Ziza, Jeús e Berias; estes foram os filhos de Simei, quatro. 11Jaate era o chefe, Ziza, o segundo; mas Jeús e Berias não tiveram muitos filhos; pelo que estes dois foram contados por uma só família.

12Filhos de Coate: Anrão, Isar, Hebrom e Uziel, quatro. 13Filhos de Anrão: Arão e Moisés; Arão foi separado

23.13
Êx 28.1
para servir no Santo dos Santos, ele e seus filhos, perpetuamente, e para queimar incenso diante do Senhor, para o servir e para dar a bênção em seu nome, eternamente. 14Quanto a Moisés, homem de Deus, seus filhos foram contados entre a tribo de Levi. 15Os filhos de Moisés: Gérson e Eliézer. 16Filho de Gérson: Sebuel, o chefe. 17Filho de Eliézer: Reabias, o chefe; e não teve outros; porém os filhos de Reabias se multiplicaram grandemente. 18Filhos de Isar: Selomite, o chefe. 19Filhos de Hebrom: Jerias, o chefe, Amarias, o segundo, Jaaziel, o terceiro, e Jecameão, o quarto. 20Filhos de Uziel: Mica, o chefe, e Issias, o segundo.

21Filhos de Merari: Mali e Musi; filhos de Mali: Eleazar e Quis. 22Morreu Eleazar e não teve filhos, porém filhas; e os filhos de Quis, seus irmãos, as desposaram. 23Os filhos de Musi: Mali, Éder e Jerimote, três.

24São estes os filhos de Levi, segundo as suas famílias e chefes delas, segundo foram contados nominalmente, um por um, encarregados do ministério da Casa do Senhor, de vinte anos para cima. 25Porque disse Davi: O Senhor, Deus de Israel, deu paz ao seu povo e habitará em Jerusalém para sempre. 26Assim, os levitas já não precisarão levar

23.26
Dt 10.8
o tabernáculo e nenhum dos utensílios para o seu ministério. 27Porque, segundo as últimas palavras de Davi, foram contados os filhos de Levi de vinte anos para cima. 28O cargo deles era assistir os filhos de Arão no ministério da Casa do Senhor, nos átrios e nas câmaras, na purificação de todas as coisas sagradas e na obra do ministério da Casa de Deus, 29a saber, os pães da proposição, a flor de farinha para a oferta de manjares, os coscorões asmos, as assadeiras, o tostado e toda sorte de peso e medida. 30Deviam estar presentes todas as manhãs para renderem graças ao Senhor e o louvarem; e da mesma sorte, à tarde; 31e para cada oferecimento dos holocaustos do Senhor, nos sábados, nas Festas da Lua Nova e nas festas fixas, perante o Senhor, segundo o número determinado; 32e para que tivessem a seu cargo a tenda da congregação e o santuário e atendessem aos filhos de Arão, seus irmãos, no ministério da Casa do Senhor.
23.28-32
Nm 3.5-9