Sociedades Bíblicas concluíram traduções das Escrituras para 10% da população mundial em 2021

Em 2021, a despeito do segundo ano de contratempos causados pela COVID-19, as Sociedades Bíblicas espalhadas pelo mundo concluíram traduções das Escrituras em 901 línguas atingindo 794 milhões de pessoas que perfazem pouco mais de 10% da população mundial.

Do México a Mianmar 48 grupos linguísticos, compostos por 11 milhões de pessoas, receberam as primeiras traduções da Bíblia que não estavam disponíveis em suas línguas antes. Traduções novas ou revisadas foram concluídas em outras 432 línguas utilizadas por 783 milhões de pessoas. Agora tais traduções estão acessíveis a comunidades linguísticas que não aproveitavam mais as traduções anteriores

“Cada uma destas traduções tocará e transformará a vida de indivíduos, famílias e comunidades” diz o Diretor Geral das SBU – Sociedades Bíblicas Unidas (UBS – United Bible Societies) Michael Perreau. “Estamos muito gratos aos tradutores que dedicaram anos de suas vidas para levar as Escrituras às suas comunidades, muitos dos quais trabalharam sob situações muito difíceis. Também somos gratos pelos doadores ao redor do mundo cuja participação possibilitou que milhões de outras pessoas pudessem encontrar a esperança e o conforto da Palavra de Deus nesses tempos de grande incerteza que vivemos.”

Primeiras traduções em 48 línguas

Dentre as primeiras 48 traduções publicadas por Sociedades Bíblicas no ano passado estavam três Bíblias completas.

Sentimos um misto de alegria e tristeza quando lançamos a Bíblia em Cachim, uma língua falada por 7.000 pessoas em Mianmar. Isso aconteceu pelo Zoom em novembro, após 18 meses de atraso causado pela COVID-19 e pelo golpe de Estado em fevereiro. Tragicamente o tradutor, Rev. Bernard LuaiHre, PhD e seu filho Rev. Van Ceu Aung, que o auxiliou na tarefa, morreram infectados pelo vírus apenas dias antes que cópias da nova Bíblia chegassem à sua casa.

No lançamento, disse o pregador e Secretário Geral da Sociedade Bíblica de Mianmar, Rev. Khoi Lam Thang: “Ao perder a vida o Dr. Bernard provou que o céu e a terra passarão, mas a Palavra de Deus não passará.”

A primeira Bíblia Asturiana foi aclamada como um marco histórico para os 110.000 habitantes do Principado das Astúrias na Espanha e em partes de Portugal. A Bíblia Asturiana, traduzida de textos originais, recebeu um prêmio pelo reconhecimento da contribuição significativa feita à cultura e língua Asturianas.

Bem antes do Natal, centenas de pessoas que falam a língua Santali e vivem em distritos remotos a noroeste de Bangladesh dançaram, cantaram e oraram ao celebrar a primeira Bíblia traduzida para sua língua. A despeito de 89% da população de Bangladesh ser muçulmana mais de 225.000 Santalis são cristãos.

Oito comunidades deram as Boas Vindas ao primeiro Novo Testamento traduzido para suas línguas nativas – cinco na África e três na Ásia. Em uma vila remota da província de Papua, na Indonésia, centenas de nativos Walak reuniram-se para dar graças pelo primeiro Novo Testamento em sua própria língua em setembro. Dilacerado pela guerra e rivalidades há várias gerações, a paz chegou à comunidade 20 anos atrás quando o projeto de tradução foi iniciado e líderes tiveram a oportunidade de encontrar esboços curtos das Escrituras em sua língua nativa pela primeira vez.

“Membros da vizinha tribo Lani compartilharam o Evangelho com eles em Lani que se assemelha ao Walak. Mas isso não falou em seus corações. Por isso o Novo Testamento em Walakfoi aguardado com muita ansiedade pela comunidade,” observou o Rev. Anwar Tjen, PhD, Diretor de Tradução da Sociedade Bíblica da Indonésia que viajou por vários dias para estar presente a aquela cerimônia de dedicação.

As primeiras porções das Escrituras, ou adicionais, também foram disponibilizadas em 37 línguas no mundo que incluem cinco do México e quatro da Guatemala. Como parte de um programa em andamento para traduzir o Antigo Testamento, o grupo de tradução Caqchiqel Ocidental publicou os livros de Juízes e Ester na Guatemala.

Dora Marina Cuc Bocel, 41, diretora do grupo de tradução, sempre lê as porções das Escrituras que já foram concluídas em voz alta para sua mãe e avó que são analfabetas.

“Elas prestam atenção de verdade,” diz Dora. “Elas me dizem, ‘É tão lindo e emocionante ouvi-la em Kaqchikel! Podemos entendê-la. Deus fala aos nossos corações.’ Isso me motiva porque assim como elas são abençoadas pela Palavra de Deus em nossa própria língua, muitos outros também serão.”

5,8 bilhões de pessoas têm a Bíblia completa em suas línguas

Graças aos esforços de Sociedades Bíblicas e outros órgãos de tradução da Bíblia ela estava disponível em versões completas para 719 línguas faladas por 5.8 bilhões de pessoas no início de 2022. Cerca de 70% delas foram traduzidas pela fraternidade das Sociedades Bíblicas Unidas.

Outras 1.593 línguas têm o Novo Testamento e 1.212 têm porções das Escrituras. Em conjunto, 7,1 bilhões de pessoas têm alguma porção da Bíblia em sua língua nativa.

Mais da metade das línguas do mundo, utilizadas por 219 milhões de pessoas, ainda não tem nada das Escrituras e 1,5 bilhão de pessoas não possui a Bíblia completa.

É por isso que as Sociedades Bíblicas Unidas e outras organizações de tradução Bíblica continuam a trabalhar no sentido de disponibilizar as Escrituras em todas as línguas. Maior colaboração, desenvolvimento da tecnologia e investimentos de doadores têm impulsionado a tradução da Bíblia como nunca antes nos últimos anos.

Nossa visão é concluir 1.200 traduções até 2038

Para administrar bem este impulso, desde 2018, as Sociedades Bíblicas Unidas têm mantido o foco na corajosa missão de concluir 1.200 traduções das Escrituras até 2038. Destas, 880 serão as primeiras traduções e as outras 320 serão traduções novas ou revisadas.

Até este momento completamos 103 traduções e 312 estão em andamento.

“As Escrituras em línguas nativas falam ao coração e transformam vidas. É por isso que estamos determinados a chegar ao fim da visão ambiciosa do UBS Bible Translation Roadmap (Plano de Tradução Bíblica das SBU – Sociedades Bíblicas Unidas),” diz Alexander M. Schweitzer, Diretor da Global Bible Translation (Tradução Bíblica Global) das SBU. “O sofrimento e a ansiedade causados pela COVID-19 só aumentaram a urgência da tarefa de tradução da Bíblia.”

“Esta não será uma tarefa fácil. Entre outras coisas, ela requer um investimento significativo, no valor de aproximadamente US$ 30 milhões por ano assim como treinamento substancial e apoio aos tradutores para que se possa assegurar a alta qualidade das traduções Bíblicas. Precisamos orar muito à medida em que Sociedades Bíblicas ao redor do mundo se unem e inspiram seus colaboradores para tornar esta visão uma realidade.”

Traduções novas e revisadas que atraem a atenção de novas gerações

As línguas mudam com o passar do tempo e traduções Bíblicas podem ficar obsoletas e de difícil compreensão especialmente para gerações mais novas. Em 2021 Sociedades Bíblicas disponibilizaram traduções das Escrituras novas ou revisadas em 43 línguas utilizadas por mais de setecentos e cinquenta milhões de pessoas.

Traduções completas da Bíblia, novas ou revisadas,foram feitas em línguas importantes para 10 milhões de usuários ou mais incluindo Alemão, Amárico (Etiópia), Holandês, HausaAjami (Nigéria), Taiwanês, Húngaro e Sérvio. E em Moçambique, a despeito de um ciclone devastador, um lockdown de aproximadamente um ano por causa da COVID e ataques terroristas ininterruptos no norte do país, duas traduções novas da Bíblia foram publicadasem Xichangana e Emakhwa, línguas faladas por 10.6 milhões de pessoas.

O Coreano é falado por cerca de 81 milhões de pessoas sendo que mais de 50 milhões delas vivem na Coreia do Sul. Em novembro, a Sociedade Bíblica Coreana concluiu uma tradução nova do Novo Testamento e dos Salmos em Coreano destinada à geração mais jovem de Sul Coreanos.

“Os hábitos no uso da língua e na leitura de jovens do nosso país têm passado por mudanças rápidas e massivas causadas pela mídia digital,” explica o secretário geral da Sociedade Bíblica Coreana, Rev. Jae Min Ho, PhD. “Esperamos que esta nova tradução seja utilizada por muitos jovens que não estão acostumados a ler as versões tradicionais da Bíblia na Coreia do Sul.”

Oito edições de Estudo aprofundam o entendimento

Edições de Estudo também fazem com que as pessoas compreendam as Escrituras com maior profundidade. Edições de Estudo em oito línguas, faladas por aproximadamente 331 milhões de pessoas, na África, Ásia e Oriente Médio, foram apresentadas no ano passado.

O Árabe é falado por cerca de 274 milhões de pessoas. A publicação da primeira Bíblia de Estudo Van Dyke em Árabe foi um feito muito significativo para a Sociedade Bíblica do Egito. Apesar da tradução Van Dykede 1865 em Árabeser a mais usada e respeitada edição da Bíblia Árabe no mundo, ela é de difícil compreensão para as pessoas nos dias de hoje.

Esta Bíblia de Estudo pioneira, que levou quase 20 anos para ser concluída, explica palavras e frases que não são corriqueiras para os que falam o Árabe atual assim como o contexto no qual o texto foi escrito. Ela tem o endosso de líderes religiosos de todas as denominações como Sua Santidade o Papa Tawadros II da Igreja Ortodoxa Copta.

“Recomendo que todos, especialmente acadêmicos, padres, pastores e famílias, adquiram uma cópia deste livro e o utilizem para estudo,”disse o Papa Tawadros. “Ele é de grande ajuda para a compreensão de textos bíblicos.”

As 5.000 cópias da primeira edição esgotaram em um mês e metade da próxima edição, de 13.000 cópias, que chegou em dezembro, foi vendida em 10 dias.

Porções das Escrituras em 10 línguas de sinais

Somente cerca de 60 das 400 línguas de sinais utilizadas no mundo têm alguma parte das Escrituras disponível e somente uma possui a Bíblia completa. No ano passado Sociedades Bíblicas completaram porções das Escrituras em 10 línguas de sinais.

Em julho a Sociedade Bíblica do Ceilão publicou 10 parábolas do evangelho de Lucas na Língua de Sinais do Sri Lanka. Além de terem sido publicados no YouTube, os vídeos foram distribuídos em centenas de DVDs para escolas de surdos por todo o país. 

“Eu não sabia muito sobre Jesus,” disse Arun Terone, um jovem surdo que faz parte do grupo de tradução, “mas fui conhecendo mais e mais dele. Aprendemos a Palavra de Deus através da língua de sinais assim como aprendemos a traduzi-la para a própria língua. Creio que isto poderia mudar minha vida.”

As Escrituras em Braille em quatro línguas

Apesar das Escrituras estarem disponíveis em muitas línguas através de áudios muitos cegos preferem ler a Bíblia em Braille para maior profundidade e independência. Todavia, menos que 10% das 719 línguas que tem a Bíblia completa disponibilizam-na em Braille.

Em 2021 SociedadeBíblicas publicaram a Bíblia em Braille completa em duas línguas e porções das Escrituras em outras duas. A Bíblia em Braille completa em Suahili é a publicação em Braille pioneira da Sociedade Bíblica da Tanzânia enquanto que the Acholi Braille Bible é a terceira língua local na Uganda que possui a Bíblia completa.

“Esta Bíblia restaura minha humanidade,” disse Justina Kamili, que a leu a Bíblia em Braille em voz alta como parte da consagração da Bíblia em Braille Suahili na Tanzânia. “Agora eu posso ir à igreja e interagir com outras pessoas na adoração a Deus.”

“Incluir pessoas com deficiências visuais, conhecer suas necessidades e fornecer-lhes o acesso igualitário às Escrituras no formato que elas preferem ler traz justiça, honra e empoderamento a todos os envolvidos,” diz Ingrid Felber-Bischof, que supervisiona o trabalho feito em Braile pelas SBU ao redor do mundo.

10 anos da Digital Bible Library® DBL (Biblioteca Bíblica Digital)

Pouco mais de 10 anos após seu lançamento a Digital Bible Library® (DBL) possui textos das Escrituras em línguas faladas por 6,1 bilhões de pessoas – mais de três quartos da humanidade. Este repositório de traduções digitais das Escrituras, administrado pelas Sociedades Bíblicas Unidas, favorece o armazenamento seguro e o compartilhamento mais eficiente das Escrituras em várias línguas e formatos feitos por Sociedades Bíblicas e agências de tradução bíblica.

No início de 2022, a Digital Bible Library® (DBL) continha 2.935 textos em 1.833 línguas utilizadas por 6,1 bilhões de pessoas. Pouco mais de 65% das 1.239 Bíblias completas da Digital Bible Library® foram oferecidas por Sociedades Bíblicas.

Ela também armazena quase 1.500 áudios das Escrituras nas línguas faladas por 5,8 bilhões de pessoas e traduções de 19 línguas de sinais com uma audiência potencial de dois milhões de pessoas. Os arquivos em Braile de 43 línguas facilita muito o trabalho que as Sociedades Bíblicas têm para produzir as Escrituras em Braile.

Graças à Digital Bible Library®, centenas de milhares de pessoas em todo o mundo podem acessar as Escrituras em sua própria língua assim como escolher o formato que querem usar através de websites e apps como o Bíblia SBB, YouVersion, global.bible e outros.

As Sociedades Bíblicas Unidas são uma comunidade de cerca de 150 Sociedades Bíblicas, que trabalham em 240 países e territórios. Juntas elas constituem a maior tradutora, publicadora e distribuidora da Bíblia do mundo. As Sociedades Bíblicas também estão ativas em áreas como prevenção da HIV/AIDS, cura de traumas e alfabetização. As Sociedades Bíblicas trabalham com todas as igrejas cristãs e várias organizações não governamentais internacionais. Para mais informações visite o site www.unitedbiblesocieties.org

🗓 Publicado em Sexta-feira 8 abril 2022